• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.8.2022.tde-05102022-141251
Documento
Autor
Nome completo
Daniel Alonso de Araujo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2022
Orientador
Banca examinadora
Attie Filho, Miguel (Presidente)
Codenhoto, Christiane Damien
Tacconi, Ana Paula Tavares Magalhães
Yeghiazaryan, Lusine
Título em português
A concepção de anima no Liber de anima seu sextus de naturalibus, de Avicena
Palavras-chave em português
Análise
Filosofia
História do pensamento
Psicologia medieval
Traduções científicas
Resumo em português
No presente estudo, visa-se apreender o conceito de anima segundo o Liber de anima seu sextus de naturalibus, versão latina do Kitāb al-Nafs, "Livro da Alma", do filósofo persa Ibn Sīnā, latinizado por Avicena, cuja tradução ao latim se deu no séc. XII, na cidade de Toledo (Espanha), sob patrocínio dos monges cluniacenses. Essa obra contém substancialmente a psicologia aristotélica, conjugada com elementos platônicos e da ciência médica de então. Ela serviu de fonte argumentativa aos intelectuais latinófonos a fim de construírem uma psicologia que expressasse em termos filosóficos as concepções cosmovisivas predominantes na civilização medieval cujas bases eram cristãs e cujos pensadores artífices foram Agostinho de Hipona e Gregório de Nissa. Para realizar essa investigação, foram traduzidos excertos do texto, a partir dos quais se poderia abstrair a doctrina de anima de Avicena, mais especificamente os capítulos I, II e III, do Primeiro Livro, e nos capítulos III e VII, do Quinto Livro, dispondo-os em sinopse com o texto latino. Intercalando os trechos e parágrafos, procedemos a comentários interpretativos com o intuito de guiar o leitor na compreensão do conteúdo dos excertos. Antes porém, fizemos uma breve exposição de aspectos históricos e culturais que serviram de pano de fundo para a composição e tradução da obra.
Título em inglês
The concept of anima according to the Liber de anima seu sextus de naturalibus, Avicena
Palavras-chave em inglês
Analysis
History of Thought
Medieval psychology
Scientific translations
Resumo em inglês
In the present study, we aim to comprehend the concept of anima according to the Liber de anima seu sextus de naturalibus, the Latin version of the Kitāb al-Nafs, "Book of the Soul", by the Persian philosopher Ibn Sīnā, Latinized as Avicenna, whose translation into Latin took place in the 12th century, in the city of Toledo (Spain), under the patronage of the Cluniac monks. This work substantially contains Aristotelian psychology, combined with Platonic elements and medical science from that time. It served as an argumentative source for Latin-speaking intellectuals to build a psychology that would express in philosophical terms the world view conceptions prevalent in medieval civilization, which had Christian foundations and Augustine of Hippo and Gregory of Nyssa as artful thinkers. To carry out this investigation, excerpts of the text were translated, from which Avicenna's doctrina de anima could be abstracted, more specifically chapters I, II and III, of the First Book, and in chapters III and VII, of the Fifth Book, placing them in synopsis with the Latin text. Intercalating the excerpts and paragraphs, we made interpretive comments in order to guide the reader in understanding the content of the excerpts. Before that, however, we made a brief exposition of the historical and cultural aspects that served as a background for the composition and translation of the work.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-10-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.