• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2013.tde-26062013-094623
Documento
Autor
Nome completo
Emiliano Augusto Moreira de Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Silva, Rejane Vecchia da Rocha e (Presidente)
Padilha, Laura Cavalcante
Puglia, Daniel
Título em português
João Melo, pós-modernidade, pós-modernismos: condições contemporâneas globais na produção de O dia em que o Pato Donald comeu pela primeira vez a Margarida
Palavras-chave em português
João Melo
Materialismo histórico
Pós-modernidade
Pós-modernismo
Teoria do conto
Resumo em português
Este trabalho procura estudar as noções de pós-modernidade e pós-modernismo no livro de contos O dia em que o Pato Donald comeu pela primeira vez a Margarida (2006), do escritor angolano João Melo, sob o viés do materialismo histórico. Parte das relações entre fetiche da mercadoria e literatura para estabelecer uma ferramenta de análise que permita ver que o estético não é um campo isolado do conhecimento. Entende que para definir se há ou não uma época pós-moderna é necessário estudar as condições materiais de produção contemporâneas, fá-lo seguindo o que Harvey chamou de acumulação flexível, e vê o pós-modernismo como tratamento estético dessa matéria histórica. Analisa a organização do livro relacionando-a à atual lógica da mercadoria, e compara-a com a organização por tema do livro Filhos da Pátria (2001). Estuda o arranjo das vozes dos contos Tio, mi dá só cem e O feto e a estrutura de Ngola Kiluanje; a lógica do fetiche em O dia em que o Pato Donald comeu pela primeira vez a Margarida, o arranjo das vozes em O Canivete agora é branco e o campo de refugiados como espaço paralelo de construção de Angola em "Angola é toda terra onde planto minha lavra".
Título em inglês
João Melo, postmodernity, postmodernism: global contemporary conditions in the production of O dia em que o Pato Donald comeu pela primeira vez a Margarida
Palavras-chave em inglês
Historical materialism
João Melo
Postmodernism
Postmodernity
Short story theory
Resumo em inglês
This work aims to study the notions of Postmodernity and postmodernism in Angolan writer João Melo's short-story book O dia em que o Pato Donald comeu pela primeira vez a Margarida (2006) from a historical materialist perspective. The work begins analyzing the relations between commodity fetishism and literature to establish an analysis framework that allows understanding aesthetics as not segregated from other knowledge fields. The work assumes that, to define whether or not there is a Postmodern Age, it is essential to examine the material conditions of contemporary production. This is done by following what Harvey has called flexible accumulation, and ultimately understanding postmodernism as the aesthetics approach to this historical material. The work analyzes the book structure by correlating it to current commodity logics, and compares such structure to the thematic organization provided in the book Filhos da Pátria (2001). It also studies the narrators voices arrangement in the short stories Tio, mi dá só cem and O feto, and the structure of Ngola Kiluanje; the commodity fetishism in O dia em que o Pato Donald comeu pela primeira vez a Margarida, the narrators voices arrangement in O Canivete agora é branco, and the refugee camp as a parallel space of Angola's construction in Angola é toda terra onde planto minha lavra.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-06-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.