• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.8.2020.tde-19022020-174122
Documento
Autor
Nome completo
Ariadne Catarine dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Carelli, Fabiana Buitor (Presidente)
Barossi, Luana
Inacio, Emerson da Cruz
Natali, Marcos Piason
Título em português
O falatório de Stela do Patrocínio e o discurso da crítica literária: variações
Palavras-chave em português
Crítica literária
Estética
Ética
Loucura
Stela do Patrocínio
Resumo em português
Este trabalho se situa entre os campos da crítica literária, da estética e da ética e foi impulsionado pelo seguinte questionamento: quais são os dilemas que os textos atribuídos a Stela do Patrocínio, no livro Reino dos bichos e dos animais é o meu nome (2001), provocam à crítica literária? Diante dessa pergunta, ele variou tanto no sentido de ampliar o seu corpus e se tornar diverso em sua discussão, como no de cometer alguns desvios no formato padrão pressuposto aos trabalhos acadêmicos. Para lidar com os textos atribuídos a Stela, mulher "nega preta e crioula", que ficou 30 anos internada na Colônia Juliano Moreira, tornou-se fundamental discutir algumas questões de herança do discurso da crítica literária, suas premissas, seu jogo, suas regras de atuação e o papel do pesquisador frente aos dizeres dos sujeitos subalternizados, assim como se tornou necessário, ainda que de modo inicial, testar outros modos de olhar, escutar, sentir e experimentar esse falatório, que se constrói como um anedotário, que fala sobre os desafetos contra o corpo negro, que busca um "corpo sem órgãos".
Título em inglês
The babble of Stela do Patrocínio and the literary criticism's discourse: variations
Palavras-chave em inglês
Aesthetics
Ethics
Literary criticism
Madness
Stela do Patrocínio
Resumo em inglês
The present thesis spans across the fields of literary criticism, aesthetics and ethics and was driven by the following question: Which dilemmas the texts compiled within the book Reino dos bichos e dos animais é o meu nome (Kingdom of all beasts and animals is my name - 2001) attributed to Stela do Patrocínio provoke for literary criticism? Faced with this question, this work has evolved simultaneously in its size, broadening its corpus (as well as gaining diversity in its discussion) and in structure, deflecting in some aspects from the standards of thesis format. In order to deal with those texts attributed to Stela, a "black, nigga and creole" woman, who was hospitalized in the Juliano Moreira Asylum for 30 years, it became essential to discuss some issues related to the discourse of literary criticism, its premises, its games and its rules and the role played by the researcher before the statements subalternized subjects, thus it became necessary to test other ways of looking, listening, feeling and experiencing this babble, which builds itself as a collection of anecdotes and speaks on the disaffection against the black body and seeks for a "body without organs".
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-05-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.