• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Ubiratã Roberto Bueno de Souza
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Silva, Rejane Vecchia da Rocha e (Presidente)
Gobbi, Marcia Valéria Zamboni
Hernandez, Leila Maria Gonçalves Leite
Sarteschi, Rosangela
Título em português
A gravitação das formas: gêneros literários e vida social em Moçambique (1977-1987)
Palavras-chave em português
Literatura e história
Literatura moçambicana
Poesia de combate
Poesia revolucionária
Romance moçambicano
Ualalapi
Ungulani Ba Ka Khosa
Resumo em português
A crítica consagrou formas de observar a prática de gêneros literários no surgimento e desenvolvimento da literatura moçambicana: se, por um lado, tornou-se comum a percepção de que, durante o período colonial, esta literatura se consolida por meio de textos poéticos, por outro lado, tornou-se assente que, com a independência do país em 1975, a prosa passa a ser predominante, ao menos após a opção de expedientes romanescos no final da década de 1980. Esta tese se debruça a investigar porque a emancipação política e construção do Estado independente é um catalisador do fenômeno literário e em que medida a prática da poesia e a adoção de expedientes romanescos se relacionam com dinâmicas históricas e sociais que propiciam a emergência das articulações estéticas facultadas por essas opções genéricas. Tal dinâmica pode ser observada por meio da análise e interpretação histórica dos textos literários das coletâneas Poesia de combate (1977, 1979 e 1983) e da obra Ualalapi (1987), de Ungulani Ba Ka Khosa.
Título em inglês
The literary forms gravitation: literary genre and social life in Mozambique (1977-1987)
Palavras-chave em inglês
Literature and history
Mozambican literature
Mozambican novel
Poesia de combate
Revolutionary poetry
Ualalapi
Ungulani Ba Ka Khosa
Resumo em inglês
The literary criticism establishes some ways to observe the practice of literary genres in the emergence and development of Mozambican literature: on the one hand, it became common the perception that, during the colonial period, this literature is consolidated through poetic texts, on the other hand it became accordance that, with the independence of the country in 1975, prose became predominant, especially after the option of romanesque expedients in the late 1980s. This thesis focuses on investigating why the political emancipation and construction of the independent state is a catalyst for the literary phenomenon and how the practice of poetry and romanesque expedients adoption are related to historical and social dynamics that foster the emergence of the aesthetic articulations provided by these options generics. These dynamics can be observed through the analysis and historical interpretation of the literary texts of the compilations Poesia de combate (1977, 1979 and 1983) and Ualalapi (1987), by Ungulani Ba Ka Khosa.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-06-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.