• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.8.2020.tde-02062020-135310
Documento
Autor
Nome completo
José Carvalho Vanzelli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Bueno, Aparecida de Fatima (Presidente)
Alves, Carla Carvalho
Cardoso, Patrícia da Silva
Garmes, Helder
Título em português
Entre o passado e o presente: um estudo do orientalismo literário português na segunda metade do século XIX
Palavras-chave em português
Antero de Quental
Camilo Castelo Branco
Extremo Oriente
Manuel Pinheiro Chagas
Orientalismo Literário
Resumo em português
Este estudo tem como objetivo a análise das representações do Oriente na literatura portuguesa metropolitana produzida na segunda metade do século XIX. Partindo da hipótese de que essas imagens apresentam complexidade e pluralidade maiores do que se depreende em uma leitura superficial, investigamos de que forma o Oriente surge em obras de três relevantes escritores desse período: Manuel Pinheiro Chagas (1842-1895), Camilo Castelo Branco (1825-1890) e Antero de Quental (1842-1891). Para tanto, realizamos um amplo estudo comparativo de escritos desses autores, que compreendem diversos gêneros textuais. Como sustentação teórica, apoiamo-nos em teorias orientalistas -com destaque à obra Orientalismo de Edward Said (1978), mas não se limitando apenas a esta -, em estudos em torno do orientalismo português e na fortuna crítica desses escritores. Nosso corpus de análise compreende, nomeadamente: de Pinheiro Chagas, os textos não ficcionais História Alegre de Portugal (1880), O Centenário de Luiz de Camões (1880), os romances históricos A Marqueza das Índias (1890), A Joia do Vice-Rei (1890) e Naufrágio de Vicente Sodré (1892); de Camilo Castelo Branco, os romances Doze Casamentos Felizes (1861) e O Senhor do Paço de Ninães (1867), e os textos não ficcionais Tragédias da Índia (1880) e Luiz de Camões (1880); e de Antero de Quental, um selecionado de cartas pessoais, bem como os textos em prosa As Causas da Decadência dos Povos Peninsulares nos Últimos Três Séculos (1871) e O Japão: Estudos e Impressões de Viagem, por Pedro Gastão Mesnier (1875). Abordamos ainda, de modo mais breve, alguns contos, textos jornalísticos e diplomáticos de Pinheiro Chagas, como As Colónias Portuguesas no Século XIX (1890); algumas polêmicas camilianas com Alexandre Herculano (1850) e Oliveira Martins (1884); e, de Antero, seus Sonetos Completos (1886) e o ensaio Tendências Gerais da Filosofia da Segunda Metade do Século XIX (1890).
Título em inglês
Between past and present: a study of Portuguese Literary Orientalism in the second half of the 19th century
Palavras-chave em inglês
Antero de Quental
Camilo Castelo Branco
Far East
Literary Orientalism
Manuel Pinheiro Chagas
Resumo em inglês
This study aims to analyze the representations of the East in the Portuguese metropolitan literature produced in the second half of the nineteenth century. Departing from the hypothesis that these images present greater complexity and plurality than what can be seen from an overview of the period, we investigate how the East emerges in the works of three relevant writers of that period: Manuel Pinheiro Chagas (1842-1895), Camilo Castelo Branco (1825-1890) and Antero de Quental (1842-1891). Therefore, we conducted a comprehensive study of works of these authors, which encompass several textual genres. As theoretical support, we rely not only on Orientalist theories with emphasis on Edward Said's (1978) Orientalism , but also on studies regarding the Portuguese Orientalism, and the critical fortune of these writers. Our analysis corpus includes Pinheiro Chagas's non-fictional texts História Alegre de Portugal (1880), O Centenário de Luiz de Camões (1880), the historical novels A Marqueza das Índias (1890), A Joia do Vice-Rei (1890), and Naufrágio de Vicente Sodré (1892); Camilo Castelo Branco's novels Doze Casamentos Felizes (1861) and O Senhor do Paço de Ninães (1867), as well as the non-fictional texts Tragédias da Índia (1880) and Luiz de Camões (1880); and a selection of Antero de Quental's personal letters, along with the prose texts As Causas da Decadência dos Povos Peninsulares nos Últimos Três Séculos (1871) and O Japão: Estudos e Impressões de Viagem, por Pedro Gastão Mesnier (1875). Yet, we discuss, more briefly, some short stories and journalistic and diplomatic texts by Pinheiro Chagas, such as As Colónias Portuguesas no Século XIX (1890); some Castelo Branco's controversies with Alexandre Herculano (1850) and Oliveira Martins (1884); and Antero's, Sonetos Completos (1886) as well as the essay Tendências Gerais da Filosofia da Segunda Metade do Século XIX (1890).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-06-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.