• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Marcia Maria Oliveira Freitas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Francisco Junior, Mario Ramos (Presidente)
Gomide, Bruno Barretto
Marques, Priscila Nascimento
Natali, Marcos Piason
Título em português
A mulher do subsolo em Niétotchka Niezvânova de F. M. Dostoiévski
Palavras-chave em português
Marginalização
Representação da mulher
Subsolo
Resumo em português
Em 1849, Dostoiévski publica Niétotchka Niezvânova. No centro da narrativa temos uma mulher cujos fatos de sua vida (na infância) são trazidos à tona pelo seu próprio ponto de vista. Suas memórias, dadas as ambiguidades presentes, vão ao encontro de Memórias do Subsolo, publicada em 1864. Memórias, apesar de ser uma obra posterior de Dostoiévski em relação à Niétotchka Niezvânova, faz-nos pensar em muitos procedimentos literários e temas desenvolvidos que já fermentavam antes, de algum modo e com certas particularidades, nesta obra que será analisada aqui. Haverá um esforço em demonstrar como Niétotchka (uma mulher) fala do seu subsolo e como aquilo que é narrado em primeira pessoa, da maneira como é exposto a nós leitores, diz-nos muito sobre o verdadeiro caráter desta personagem feminina. O que nos leva, inevitavelmente, a uma questão fundamental na elaboração da personagem: a marginalização do ser humano, em seus diversos aspectos, que pretendemos discorrer ao longo da pesquisa apresentada aqui.
Título em inglês
The Woman from the Underground in Netochka Niezvanova by F. M. Dostoyevsky
Palavras-chave em inglês
Marginalisation
Underground
Women's representation
Resumo em inglês
In 1849, Dostoevsky publishes Netochka Nezvanova, which has the plot focused ona woman that has thefacts of her life (in childhood) brought outthrough her own point of view. Her memories, given the held ambiguities, go against Notes from Underground, which was published in 1864. Although it came out later than Netochka Nezvanova, Notes makes us recall many literary methods and handled themes which, in some extent, were latent in the book analysed here. It will be sought to demonstrate how Netochka (a woman) speaks out from her underground and howher first-person narrative, as it is exposed to us readers, says a lot about the true nature of this female character. It leads us, inevitably, to a fundamental pointin the creation of such a character: the many facets of human marginalisation, which we intend to discourse along this research.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-07-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.