• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Charles Borges Casemiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Bridi, Marlise Vaz (Presidente)
Barreiros, Carlos Rogerio Duarte
Garmes, Helder
Trevisan, Ana Lucia
Título em português
Portugal de Lobo Antunes: uma terra em trânsito
Palavras-chave em português
Forma estética
Identidades portuguesas
Pertencimento português
Poética antunesiana
Romance histórico
Resumo em português
O presente trabalho busca analisar, compreender e explicar, sob a perspectiva de uma crítica marxista e de uma teoria estruturalista genética, a itinerância da voz narrativa de António Lobo Antunes (GOMES, 1993; SEIXO, 2001) na construção de uma forma contemporânea para o romance histórico português. Para tanto, apresenta o romance de Lobo Antunes como partícipe de uma poética do romance histórico português contemporâneo e, nesse sentido, como forma narrativa dinâmica (LUKÁCS, 2011/1.ed.1955; GOLDMANN, 1972; JAMESON, 2007; ANDERSON, 2007; EAGLETON, 2006; WATT, 2010) relacionada, dialeticamente, às condições históricas, geográficas e sociais impostas pela colonialidade portuguesa (WALLERSTEIN, 1983; QUIJANO, 2002; BRAUDEL, 2009; GROSFOGUEL, 2008), materializada, esteticamente, a partir de dois eixos construtivos: de um lado, a partir da mobilização e da ressignificação de recursos estéticos legados pelas vanguardas modernistas e, de outro lado, a partir da vocação para problematização das identidades e do pertencimento lusos. Esta proposição é demonstrada com uma análise compreensiva e uma explicação estruturalista genética da poética desenvolvida por Lobo Antunes para o romance histórico português contemporâneo e a sua aplicação na conformação de duas de suas obras epigonais: As Naus (1988) e Comissão das Lágrimas (2011).
Título em inglês
Antunes' Portugal: a moving land
Palavras-chave em inglês
Aesthetic form
Antuness poetics
Historical novel
Portuguese belongingness
Portuguese identities
Resumo em inglês
The presented paper tries to analyze, comprehend and explain, under a marxist aesthetic and a genetic structuralistic theory, the moving of the narrative voice of António Lobo Antunes (GOMES, 1993; SEIXO, 2001) in the construction of a contemporary form to the Portuguese historical novel. Therefore, it presents Lobo Antuness novel as a participant in a poetics of contemporary Portuguese historical novel and, in this sense, as a dinamic narrative form (LUKÁCS, 2011/1.ed. 1955; GOLDMANN, 1972; JAMESON, 2007; ANDERSON, 2007; EAGLETON, 2006; WATT, 2010) related, dialectically, to the historical, geografical and social conditions imposed by the Portuguese coloniality (WALLERSTEIN, 1983; QUIJANO, 2002; BRAUDEL, 2009; GROSFOGUEL, 2008) and that materializes, thereby, from two constructive axes: in one hand, on the mobilization and on the resignification of aesthetic resources bequeathed by the modernist vanguards and, on the other hand, in the vocation for problematization of the luso identities and belongingness. It demonstrates this proposition, with a comprehensive analysis and with a genetic structuralistc explanation of Antuness poetics to the contemporary Portuguese historical novel and its application in the conformation in two of his ensuing works: As Naus (1988) and Comissão das lágrimas (2011).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.