• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.8.2020.tde-29072020-193414
Documento
Autor
Nome completo
Samuel Carlos Melo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Cunha, Cilaine Alves (Presidente)
Furtado, Joaci Pereira
Moura, Murilo Marcondes de
Sales, José Batista de
Título em português
O desertor dos desertores: Silva Alvarenga e o poema herói-cômico no século XVIII
Palavras-chave em português
Comédia
Poesia luso-brasileira
Reformas pombalinas no ensino
Sátira
Universidade
Resumo em português
O Desertor, poema herói-cômico de Manuel Inácio da Silva Alvarenga, publicado em 1774, recebeu pouca atenção da crítica. Com algumas exceções, o que se observa são leituras desinteressadas, marcadas por um viés romântico que buscou na poesia luso-brasileira do século XVIII marcas de "cor local" que antecipariam o desenvolvimento de um sentimento nacionalista. Por isso, compreendem ser uma deficiência a matriz ideológica da obra e não consideram o poema por meio do interesse poético pela convenção que norteou as letras do Setecentos. Diante disso, este trabalho procura analisar o poema herói-cômico de Silva Alvarenga a partir das convenções poéticas e retóricas que orientaram a poesia do período. Primeiramente, buscou-se reconstituir o contexto histórico de produção do poema, marcado pelo "absolutismo ilustrado" em alguns estados da Europa, cujas práticas ilustradas da administração do Marquês de Pombal se aproximaram e resultaram num poderoso aparelho de propagação, financiando e protegendo poetas para que exaltassem as realizações de sua governança. Em seguida, tentou-se compreender o poema herói-cômico por meio da doutrina poética do Setecentos, tomando a Arte Poética, de Francisco José Freire, como principal referencial. Por fim, analisa-se o modo de composição de O Desertor e o uso que faz o poema de procedimentos cômicos e satíricos na deformação de elementos próprios da epopeia, ridicularizando vícios e, por oposição, ratificando valores do Estado, particularizados na reforma dos estudos.
Título em inglês
The deserter of the deserters: Silva Alvarenga and the heroi-comic poem in the eighteenth century
Palavras-chave em inglês
Comedy
Luso-Brazilian poetry
Pombaline reforms in education
Satire
University
Resumo em inglês
O Desertor, the heroi-comic poem of Manuel Inácio da Silva Alvarenga, published in 1774, received little critical attention. With some exceptions, it can be observed are disinterested readings, marked by a romantic bias that sought in eighteenth-century Luso-Brazilian poetry marks of "local color" that it would anticipate the development of a nationalist sentiment. Therefore, they understand that the ideological matrix of the work is a deficiency and do not consider the poem through the poetic interest in the convention that guided the letters of the eighteenth century. Thus, this paper seeks to analyze Silva Alvarenga's heroi-comic poem from the poetic and rhetorical conventions that guided the poetry of the period. Firstly, we sought to reconstruct the historical context of the poem's production, marked by "illustrated absolutism" in some European states, whose illustrated practices of the administration of the Marquis of Pombal approached and resulted in a powerful propagation method, financing and protecting poets for exalted the achievements of their governance. Then, we tried to understand the heroi-comic poem through the poetic doctrine of the eighteenth century, taking Francisco José Freire's Arte Poética as the main reference. Finally, we analyze the mode of composition of O Desertor and the poem's use of comic and satirical procedures in the deformation of elements typical of the epic, ridiculing vices and, in contrast, ratifying state values, particularized in the reform of studies.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-07-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.