• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2013.tde-27062013-104242
Documento
Autor
Nome completo
Eduardo Borges Ciabotti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Lopez, Therezinha Apparecida Porto Ancona (Presidente)
Andrade, Ana Paula Freitas de
Fonseca, Maria Augusta Bernardes
Título em português
"Só me interessa o que não é meu": a dimensão paródica do verso oswaldiano em Pau Brasil
Palavras-chave em português
Autolegitimação
Autorreferência
Modernismo
Oswald de Andrade
Paródia
Pau Brasil
Resumo em português
O presente trabalho analisa as motivações, os alcances e os efeitos da paródia em alguns poemas de Pau Brasil (1925), de Oswald de Andrade. Inicio a dissertação com um painel constituído de reflexões acerca de algumas formas de arte contemporâneas a Pau Brasil, responsáveis por uma radical reestruturação no modo de conceber o texto literário, para, a seguir, situar a paródia entre essas práticas artísticas. Busco, assim, caracterizar a inserção de Oswald de Andrade e do modernismo brasileiro no viés paródico das vanguardas artístico-literárias europeias do início do século XX. É no contexto moderno da autorreferência e autolegitimação que a paródia se estabelece enquanto eficaz efeito metalinguístico e se mostra como profícuo mecanismo de investigação crítica acerca do processo de produção, recepção e (re)interpretação de textos (e de obras de arte em geral). Radical provocadora de mudanças de expectativas e de perspectivas, a paródia se articula com o projeto artístico moderno, possibilitando o questionamento de (pre)conceitos e uma (re)visão de determinados elementos artísticos e, consequentemente, dos papéis desempenhados por eles. A paródia serve de articulação entre arte e história e não se faz adequar a posturas idealizantes e/ou classizantes. A partir dessa conjuntura, a poética do movimento modernista brasileiro incluiu também, entre os preceitos da nova estética, uma aproximação crítica de obras do passado por meio do emprego da paródia. Ciente do seu passado e do seu presente, o projeto literário de Oswald de Andrade priorizou e incorporou parodicamente os discursos literário, histórico, político, religioso etc, através de uma aguda e conscienciosa reelaboração linguístico-literária. A paródia na obra de Oswald de Andrade, por um lado, faz jus à revolução estética que o movimento modernista trouxe à cultura brasileira e, por outro, torna possíveis ponderações acerca de inovações radicais no código literário brasileiro da primeira metade do século XX. Por meio da utilização paródica de textos históricos e literários em Pau Brasil e do uso de diferentes discursos e registros da língua portuguesa, Oswald de Andrade restaura a história e a literatura brasileira, da carta de Pero Vaz de Caminha à contemporaneidade do poeta. E ainda assinala, com saborosa argúcia, a diversidade e a disparidade socioeconômica do habitante nacional.
Título em inglês
"Só me interessa o que não é meu": the parodic dimension of Oswald de Andrade's verse in Pau Brasil
Palavras-chave em inglês
Brazilian modernism
Oswald de Andrade
Parody
Pau Brasil
Self-legitimation
Self-referencing
Resumo em inglês
The present work examines the motivations, reaches, and effects of the parody of some poems from Oswald de Andrades Pau Brasil (1925). I start this dissertation with a panel composed of reflections about some art forms, contemporary to Pau Brasil, responsible for a radical restructuring in the way literary text is conceived, and I then place parody inside these artistic practices. I try, in this way, to characterize the insertion of Oswald de Andrade and of the Brazilian Modernism in the parodic bias of European artistic avant-gardes of the early 20th century. It is in the modern context of self-referencing and self-legitimation that parody establishes itself as an efficient metalinguistic effect, and that it shows itself as an useful mechanism of critical investigation about the process of production, reception and (re)interpretation of texts (and works of art in general). As a radical that provokes expectation and perspective changes, parody articulates itself with modern artistic project, allowing the questioning of concepts (and prejudices) and a (re)view of certain artistic elements and, consequently, of the roles played by them. Parody is used as an articulation between art and history, and it does not adjust itself to idealistic and/or classist positions. From this conjuncture, the poetics of the Modernist Brazilian movement also included, among other precepts of the new aesthetics, a critical approach to the works of the past through the use of parody. Aware of his past and of his present, Oswald de Andrades literary project prioritized and incorporated, parodically, the literary, historical, political, and religious speeches, among others, through an acute and conscientious linguistic and literary re-elaboration. Parody, in Oswald de Andrades work, both does justice to the aesthetic revolution brought to the Brazilian culture by the Modernist movement, and enables considerations about radical innovations in the early-20th-century Brazilian literary code. Through the parodic utilization of historical and literary texts in Pau Brasil, and through the use of different discourses and registers of the Portuguese language, Oswald de Andrade restores the Brazilian history and literature, from Pero Vaz de Caminhas letter to the poets contemporaneity. He also notes, with pleasant subtlety, the diversity and socio-economic disparity of the national inhabitant.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-06-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.