• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.8.2021.tde-01062021-174939
Documento
Autor
Nome completo
Vinícius da Cunha Bisterço
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Ginzburg, Jaime (Presidente)
Cury, Maria Zilda Ferreira
Eugênio, Marcos Francisco Napolitano de
Marques, Ivan Francisco
Título em português
Narrativa e experiência social em João Antônio e Ozualdo Candeias: um estudo sobre o conto "Malagueta, Perus e Bacanaço" (1963), de João Antônio, e o filme A Margem (1967), de Ozualdo Candeias
Palavras-chave em português
João Antônio
Literatura e Cinema
Marginalização social
Modernização urbana
Ozualdo Candeias
Resumo em português
O conto "Malagueta, Perus e Bacanaço" (1963), de João Antônio, e o filme A Margem (1967), de Ozualdo Candeias, possuem em comum a presença de protagonistas em condição de marginalidade social, os quais articulam estratégias de sobrevivência em meio a uma cidade em plena transformação. Partindo de considerações de Antonio Candido, Ismail Xavier e Paul Ricoeur, elaborou-se uma interpretação da relação entre essas manifestações artísticas e o processo histórico do qual fazem parte, buscando refletir sobre a maneira pela qual as narrativas, sejam elas literárias ou cinematográficas, são capazes de expressar a experiência histórica de um período. Através da análise detida nas obras e a comparação entre elas de elementos similares e dissonantes, buscou-se construir um panorama artístico de problemas referentes à modernização da cidade de São Paulo, particularmente a partir dos anos 50, pela maneira com que ela é percebida por sujeitos marginalizados socialmente.
Título em inglês
Narrative and social experience in João Antônio and Ozualdo Candeias: a study about the short-story "Malagueta, Perus e Bacanaço" (1963), by João Antônio, and the movie A Margem (1967), by Ozualdo Candeias
Palavras-chave em inglês
João Antônio
Literature and Film
Ozualdo Candeias
Social marginalization
Urban modernization
Resumo em inglês
The short story "Malagueta, Perus and Bacanaço", by João Antônio, and the movie "The Margin", by Ozualdo Candeias, have in common the presence of social marginalized individual as protagonists, which articulate survival strategies amid a city in transformation. Starting from considerations of Antonio Candido, Ismail Xavier and Paul Ricoeur, it is elaborated an interpretation of the relationship between these artistic manifestations and the social process of which they are part of, in search of thinking about the way those narratives, being literary or cinematography, are capable of giving expression to the historical experience of a period. Through detained analysis of the works and the comparison between them of similar and dissonant elements, is was intended to construct an artistic panorama of problems referring to the modernization of the city of São Paulo, starting from the fifties, the way it was elaborated form the perspectives of social marginalized individuals in the works here studied.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-06-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.