• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.8.2020.tde-29072020-180546
Documento
Autor
Nome completo
Ana Luisa de Araujo Mhereb
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Santoro, Elisabetta Antonietta Rita Maria Carmela (Presidente)
Frangiotti, Graziele Altino
Ortale, Fernanda Landucci
Torresan, Paolo
Título em português
A avaliação da competência comunicativa: uma análise das certificações de proficiência em italiano e português brasileiro
Palavras-chave em português
Avaliação
Certificação de proficiência
Competência comunicativa
Competência pragmática
Resumo em português
A avaliação da competência comunicativa em língua estrangeira ou segunda língua (L2) é um processo complexo e de natureza contraditória: avaliar pressupõe princípios de exatidão, mas, ao mesmo tempo, envolve três fenômenos intrinsecamente ligados à inexatidão: os modelos teóricos de língua, de competência e de medição (BARNI, 2000). No que diz respeito à emissão de certificados de proficiência em L2, Brasil e Itália apresentam divergências: enquanto há quatro certificações de italiano L2 reconhecidas pelo governo da Itália - CILS, CELI, CERT.IT e PLIDA -, no Brasil existe apenas uma certificação oficial de português brasileiro L2: o Celpe-Bras. O objetivo deste trabalho é comparar os exames de certificação italianos e o brasileiro, investigando como é avaliada a competência comunicativa e, em especial, a competência pragmática, que se refere a conhecimentos e habilidades ligados ao uso da língua em contexto (BACHMAN, 1990). A partir de uma primeira análise geral dos exames, foi possível observar que, apesar de todos os entes certificadores afirmarem avaliar a competência (linguístico-)comunicativa, há diferenças fundamentais no que diz respeito à estrutura e à composição das provas. Enquanto os exames italianos avaliam separadamente as habilidades de compreensão e produção oral e escrita, com testes objetivos e subjetivos, o Celpe-Bras é estruturado em apenas duas provas (oral e escrita), ambas compostas por tarefas, ou seja, testes subjetivos que avaliam integradamente diferentes habilidades (BROWN et al., 2002). A partir disso, foi feita a análise dos testes de compreensão e produção escrita, com base em diferentes estudos que buscaram definir o conceito de competência comunicativa (HYMES, 1972; CANALE & SWAIN, 1980; CANALE, 1983; BACHMAN, 1990; CELCE-MURCIA, et al., 1995; BACHMAN & PALMER, 1996; QECR, 2001; CELCE-MURCIA, 2007). Essa análise, além de discutir quais componentes da competência comunicativa são privilegiados em cada prova, buscou evidenciar a presença ou a ausência de elementos relativos ao contexto de comunicação, os quais remetem à competência pragmática. O trabalho contribui com um panorama geral e comparativo das certificações de proficiência no Brasil e na Itália, representando uma primeira etapa para a análise da validade do construto desses exames.
Título em inglês
Assessing communicative competence: a study of Italian and Brazilian Portuguese proficiency certificates
Palavras-chave em inglês
Communicative competence
Language testing
Pragmatic competence
Proficiency certificate
Resumo em inglês
Assessing communicative competence in a foreign or second language (L2) is a complex and contradictory process: assessing presupposes principles of accuracy, but, at the same time, involves three phenomena intrinsically related to inaccuracy: the theoretical models of language, competence and measurement (BARNI, 2000). With regard to the issuance of L2 proficiency certificates, Brazil and Italy differ: while there are four Italian L2 certificates recognized by the Italian government - CILS, CELI, CERT.IT e PLIDA - , in Brazil there is only one official certificate of Brazilian Portuguese L2: Celpe-Bras. This work aims to compare the Italian and Brazilian proficiency exams, investigating the assessment of communicative competence and, in particular, of pragmatic competence, which refers to the knowledge and abilities related to language use (BACHMAN, 1990). After a general analysis of the exams, it was possible to observe that, despite the fact that all entities claim to assess communicative competence, there are fundamental differences regarding the structure and composition of the tests. While the Italian exams assess separately the skills of listening, speaking, reading and writing, with objective and subjective tests, Celpe-Bras is structured in only two parts (oral and written), both composed of tasks, that is, subjective tests that integrate different skills (BROWN et al., 2002). Based on that, the analysis of the reading and writing tests was carried out, based on different studies that defined the concept of communicative competence (HYMES, 1972; CANALE & SWAIN, 1980; CANALE, 1983; BACHMAN, 1990; CELCE-MURCIA, et al., 1995; BACHMAN & PALMER, 1996; CEFR, 2001; CELCE-MURCIA, 2007). This analysis, in addition to discussing which components of communicative competence are privileged in each test, aimed to highlight the presence or absence of elements related to the communication context, which refer to pragmatic competence. This work contributes with a general and comparative overview of the proficiency certificates in Brazil and Italy, representing a first stage of an analysis regarding the construct validity of these exams.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-07-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.