• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.8.2020.tde-18022020-174420
Documento
Autor
Nombre completo
Clara Maria Salvador Pereira da Costa
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2019
Director
Tribunal
Cavallari, Doris Nátia (Presidente)
Debenedetti, Sara
Hass, Juliana
Santoro, Elisabetta Antonietta Rita Maria Carmela
Título en portugués
Narrativa italiana no século XXI segundo o Premio Strega
Palabras clave en portugués
Autobiografia
Autoficção
Narrativa italiana
Premio Strega
Século XXI
Resumen en portugués
Este trabalho tem o objetivo de apresentar ao público brasileiro a narrativa italiana no início do século XXI, baseando-se nas obras que venceram o Premio Strega nos últimos dezoito anos. Esse prêmio literário foi escolhido em razão de sua importância histórica na Itália, da qualidade das obras que habitualmente premia e da visibilidade que tem em todos os meios de comunicação. O método consistiu na leitura individual dos romances, seguida de uma comparação entre eles, de forma a observar temas e modelos comuns a duas ou mais obras. Assim, notamos que os livros são, predominantemente, realistas, narrados na primeira pessoa do singular (alguns autobiográficos e outros autoficcionais), frequentemente abordam temas traumáticos como as guerras mundiais, o fascismo, a emigração italiana, a crise socioeconômica do início do século XXI e suas consequências para a população e, não raro, adotam uma linguagem híbrida com tendências ensaísticas ou jornalísticas. Acreditamos que essas sejam características predominantes não apenas nos romances do nosso corpus, mas também no conjunto da narrativa italiana contemporânea. A primeira parte de nossa tese é uma apresentação do Premio Strega seguida de considerações sobre o mercado editorial, de uma síntese das publicações pregressas sobre essa premiação e da apresentação de outros importantes prêmios literários italianos. A segunda parte é uma observação teórica da narrativa do século XXI, fundamentada nas teorias de Daniele Giglioli, Raffaele Donnarumma e Gianluigi Simonetti os três lecionam literatura em universidades italianas e escreveram, respectivamente, os ensaios Senza trauma, Ipermodernità e La letteratura circostante, nos quais muitos autores e obras premiadas pelo Strega neste século são examinados. A terceira e última parte contém a apresentação individual do enredo e da estrutura de cada obra vencedora do Strega no novo milênio, além de informações sobre os autores que as escreveram.
Título en italiano
Narrativa italiana no século XXI segundo o Premio Strega
Palabras clave en italiano
Autobiografia
Autofiction
Narrativa italiana
Premio Strega
XXI secolo
Resumen en italiano
Questo lavoro ha l'obiettivo di presentare al pubblico brasiliano la narrativa italiana dell'inizio del XXI secolo, sulla base delle opere che hanno vinto il Premio Strega negli ultimi diciotto anni. Questo premio letterario è stato scelto per la sua importanza storica in Italia, per la qualità delle opere che abitualmente premia e per la visibilità che ha in tutti i mezzi di comunicazione. Il metodo è consistito nella lettura individuale dei romanzi, seguita da una comparazione tra loro, in modo da osservare temi e modelli comuni a due o più opere. Così, è stato osservato che i libri sono predominantemente realistici, narrati utilizzando la prima persona singolare (alcuni rientrano nel genere autobiografico, altri nella cosiddetta autofiction), spesso affrontano temi traumatici come le guerre mondiali, il fascismo, l'emigrazione italiana, la crisi socioeconomica dell'inizio del XXI secolo e le sue consequenze per la popolazione e, non di rado, adottano un linguaggio ibrido con tendenze saggistiche o giornalistiche. Crediamo che queste siano caratteristiche predominanti non soltanto dei romanzi del nostro corpus, bensì dell'insieme della narrativa italiana contemporanea. La prima parte della nostra tesi è una presentazione del Premio Strega seguita da considerazioni sul mercato editoriale, da una sintesi delle pubblicazioni pregresse su questo premio e dalla presentazione di altri importanti premi letterari italiani. La seconda parte è un'osservazione teorica della narrativa del XXI secolo, ancorata nelle teorie di Daniele Giglioli, Raffaele Donnarumma e Gianluigi Simonetti che insegnano letteratura presso università italiane e hanno scritto, rispettivamente, i saggi Senza trauma, Ipermodernità e La letteratura circostante, nei quali sono esaminati molti autori e opere premiate dallo Strega, dopo il 2000. La terza e ultima parte contiene la presentazione di ciascuna delle trame e della struttura di ogni opera vincitrice dello Strega nel nuovo millennio, oltre a informazioni sugli autori che le hanno scritte.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2020-02-18
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.