• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2012.tde-22082012-113606
Documento
Autor
Nome completo
Cintia Lima de Oliveira Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Marilia Mendes (Presidente)
Libâneo, José Carlos
Mór, Walkyria Maria Monte
Título em português
Ensino da escrita em inglês com foco no desenvolvimento: uma análise das concepções de língua e escrita dos alunos
Palavras-chave em português
Abordagem conceitual
Concepções de língua e escrita
Ensino da escrita em inglês
Perspectiva vygotskiana
Resumo em português
Esta pesquisa focaliza as concepções de língua e escrita de alunos de um curso de escrita em inglês fundamentado na perspectiva conceitual (FERREIRA, 2005), uma abordagem para o ensino da escrita em língua estrangeira que alia a escola australiana de gêneros textuais a uma pedagogia baseada na teoria da atividade, conhecida como MAC (Movimento do Abstrato para o Concreto). Com base nos pressupostos da perspectiva vygotskiana (VYGOTSKY, 1978, 1987) e tendo como referência as concepções de língua e escrita subjacentes às três principais abordagens para o ensino da escrita em inglês, tradicional, processual e social (cf. FERREIRA, 2005, 2011), buscou-se verificar se ocorre ou não mudança nas concepções de língua e escrita dos alunos ao longo do curso. Planejado e ministrado pela própria pesquisadora, o curso intitulado Praticando a escrita em inglês por meio de gêneros textuais: a argumentação, foi oferecido como curso de extensão em uma universidade pública do estado de São Paulo. Participaram da pesquisa seis alunas, com idades entre 23 e 51 anos. A maioria possui graduação em Letras e apenas uma não é pós-graduada. A seguinte pergunta de pesquisa foi elaborada: houve mudança nas concepções de língua e escrita dos alunos ao longo do curso? Para responder a essa pergunta de pesquisa, foram identificadas as concepções de língua e escrita das participantes no início (1ª etapa da análise) e ao longo do curso (2ª etapa da análise). Os dados coletados no início do curso correspondem às respostas das alunas às perguntas feitas pela instrutora em uma Ficha de Identificação e em um Teste de Proficiência. A análise desse primeiro conjunto de dados revelou concepções tradicionais de língua e escrita por parte das alunas, decorrentes, principalmente, 1) de sua crença na necessidade de conhecimentos relacionados à gramática e a vocabulário, 2) da apresentação de objetivos categorizados como escolar e emocional, 3) da experiência mecânica e descontextualizada que tiveram com a escrita no contexto escolar e 4) da ausência quase total de usos significativos da escrita em seu dia a dia. Os dados coletados ao longo do curso correspondem às declarações e respostas das alunas às perguntas feitas pela instrutora em seus diários dialogados. A análise desse segundo conjunto de dados revelou, por sua vez, o início de um processo de mudança propiciado pelas reflexões realizadas em aula e em seus diários. Podemos dizer que esse estudo confirmou a importância do foco nas crenças e, principalmente, na mudança de crenças no processo de ensino e aprendizagem de línguas considerando-se, sobretudo, a precariedade do ensino da escrita nos dias atuais, como revelam estudos recentes nessa área (FERREIRA, 2011; RIOS, 2010).
Título em inglês
Teaching writing in English with focus on development: an analysis of students' conceptions of language and writing
Palavras-chave em inglês
Conceptual approach
Sociocultural theory
Students' conceptions of language and writing
Teaching of writing in English
Resumo em inglês
This research investigates the conceptions of language and writing of six students in an English writing course based on the conceptual approach (FERREIRA, 2005), a perspective for teaching second language writing which joins the Australian school of genres with a pedagogy based on Activity Theory called Movement from the Abstract to the Concrete (MAC). Based on Vygotskys theory (VYGOTSKY, 1978, 1987) and on the conceptions of language and writing from the three main approaches for second language writing teaching (see FERREIRA, 2005, 2011), this study analyses the changes in students conceptions of language and writing along the course. Planned and organized by the researcher herself, the course named Praticando a escrita em inglês por meio de gêneros textuais: a argumentação, was offered as a short-time course in a public university in the city of São Paulo. The participants were between 23 and 51 years old. Most of them were graduate students of Language and only one was not yet post graduated. The following research question was formulated: Was there any change in the students conception of language and writing along the course? In order to answer this question, we identified the students conceptions of language and writing in the beginning and along the course. The data collected in the beginning of the course corresponded to the students answers to questions formulated by the instructor in a Identification Form and in a Proficiency Test. The analyses of this group of data revealed traditional conceptions of language and writing on the part of the students, represented, mainly, by 1) their beliefs in the necessity of grammatical and lexical knowledge, 2) by the presence of objectives categorized as scholastic and emotional, 3) by their mechanical and de-contextualized experience with writing in school and 4) by the absence of significant uses of writing in their ordinary life. The data collected along the course corresponded to free declarations and the students answers to questions formulated by the instructor in their dialogue journals. This second group of data revealed the beginning of a changing process in the students conceptions of language and writing as a result of the reflections done in class and in their dialogue journals. We can say that this research confirmed the importance of focusing on beliefs and, mainly, on beliefs changes in the process of language teaching and learning, considering the problems faced by the teaching of second language writing, as recent studies have shown (FERREIRA, 2011; RIOS, 2010).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-08-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.