• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2014.tde-01102014-173652
Documento
Autor
Nome completo
Lilian de Melo Fernandes Martinelli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Marilia Mendes (Presidente)
Freitas, Raquel Aparecida Marra da Madeira
Lousada, Eliane Gouvêa
Título em português
Escrita em língua estrangeira no ensino fundamental I: ensino, aprendizagem e desenvolvimento por meio do texto persuasivo
Palavras-chave em português
Ensino de escrita em língua estrangeira
Ensino de LEC
Ensino por meio de gêneros textuais
Linguística sistêmico funcional
Teoria da atividade sócio histórico e cultural
Resumo em português
O ensino de Língua Estrangeira para Crianças (LEC) bem como sua pesquisa encontram-se em expansão no Brasil e no mundo (Cameron, 2003; Gimenez 2010). Entre os estudos na área de LEC faltam pesquisas que avaliem e analisem dados que provenham de intervenções do ensino de escrita em LEC para crianças alfabetizadas entre 8 e 10 anos (Figueira, 2010). Com o intuito de contribuir para o ensino da escrita em inglês para o nível fundamental, esta dissertação objetiva demonstrar como uma intervenção pedagógica, realizada com alunos do 5º ano em uma escola particular paulista, ensinou o texto persuasivo em inglês e quais foram as implicações desse ensino para os participantes. Nesta pesquisa de mestrado, a professora-pesquisadora objetivou intervir na compreensão de texto de opinião dos alunos de modo a propiciar a expansão do conhecimento (Daniels, 2011; Magalhães, 2009) e o aprimoramento da escrita deles. Conforme as ações de aprendizagem de Davydov (1988), os alunos responderam à pergunta-problema elaborada para o curso, formularam representações sobre as características da persuasão, analisaram textos biográficos e textos persuasivos e, ao final da intervenção, redigiram textos persuasivos sobre o real inventor do avião. A intervenção pedagógica teve suas bases na Teoria da Atividade Sócio Histórico e Cultural, conforme os teóricos Vygotsky (2007) e Davydov (1988). Para Vygotsky (2007), as funções intelectuais dos seres humanos não são tidas como meros resultados de maturação biológica, como algo natural e inato a todos os seres humanos, pois são construídas socialmente com o auxílio fundamental da linguagem. Isso revela que as funções mentais superiores advêm da interação social, das práticas sociais e da história. Desse modo, a cognição não surge apenas do funcionamento biológico, pois advém da integração do corpo biológico com as práticas sociais (Vygotsky, 2007). Outra base teórica para a intervenção foi a Escola Australiana de Gêneros Textuais. Nessa perspectiva, o gênero textual se materializa no uso da língua, que é um meio pelo qual o ser humano constrói significados em um dado contexto social (Eggins, 2004; Halliday & Matthiessen, 1994; Martin, 2008). Dessa forma, o gênero pode servir como uma ferramenta utilizada para criar Zona de Desenvolvimento Proximal e expandir o conhecimento dos alunos. As perspectivas teóricas adotadas, portanto, objetivaram agir no campo em que atuaram (Lantolf, 2000, 2007; Spinoza, 1998; Vygotsky, 2007). Os resultados obtidos após a realização da intervenção pedagógica apontam para a conscientização dos alunos em relação à função persuasiva dos textos de opinião. Além disso, a análise de dados demonstrou que os alunos melhoraram sua escrita de texto de opinião em relação ao pré-teste, realizado antes da intervenção pedagógica. A conclusão aponta que ainda há muito a ser feito na área do ensino da escrita em língua estrangeira, mas que a criança deve ser sensibilizada a produzir textos de opinião ainda na escola primária (Souza, 2003: 73), uma vez que a argumentação e a persuasão estão presentes nas situações cotidianas, escolares ou familiares, das crianças
Título em inglês
Writing in foreign language in elementary school: teaching, learning and development through persuasive texts
Palavras-chave em inglês
Cultural historical activity theory
Systemic functional linguistics
Teaching of writing in english as a foreign language
Teaching through genres
The teaching of English as a Foreign Language to Children
Resumo em inglês
The teaching of English as a Foreign Language to Children as well as its research are in expansion not only in Brazil but all over the world (Cameron, 2003; Gimenez 2010). Among the studies in the area of teaching English as a Foreign Language to children there is a lack of researches that evaluate and analyze data that come from interventions in the teaching of writing to literate children aged between 8 and 10 (Figueira, 2010). With the objective of contributing to the Teaching of Writing in English as a Foreign Language to Elementary School Children, this dissertation aims to demonstrate a) how a pedagogical intervention, that was held at a private school in São Paulo, taught the persuasive text and b) to discuss the implications of this teaching to the participants were. In this master research, the researcher and teacher aimed to intervene in the students comprehension of opinion writing in order to provoke the expansion of students comprehension (Daniels, 2011; Magalhães, 2009), as well as to promote their writing improvement. In conformity with Davydov´s learning actions (1988), students answered the problem-question elaborated for the course, formulated representations about the characteristics of persuasion, analyzed biographical and persuasive texts and, in the end of the intervention, wrote persuasive texts about the real inventor of the airplane. The pedagogical intervention had its basis on the Cultural Historical Activity Theory, in conformity with the theories of Vygotsky (2007) and Davydov (1988). For Vygotsky, the intellectual functions of human beings are not mere results of biological maturation, as if they were something natural and innate for all human beings. Instead, the intellectual functions are socially constructed with the fundamental assistance of language. This reveals that higher mental functions derive from social interaction, from social and historical practices. In this sense, cognition emerges not only from biological functioning, but also from the integration of biological and social practice (Vygotsky, 2007). Another theoretical basis used for the intervention was the Australian School of Genre. In this perspective, the textual genre is materialized through language, which is a means through which human beings make meanings in social contexts (Eggins, 2004; Halliday & Matthiessen, 1994; Martin, 2008). In this way, genre can be seen as a tool to build Zone of Proximal Development and expand students knowledge. These goals are connected with the theoretical perspectives adopted since their objective is to promote agency in the field they act upon (Lantolf, 2000, 2007; Spinoza, 1998; Vygotsky, 2007). Analysis of data revealed that the intervention promoted awareness of students in relation to the persuasive function of opinion texts. Moreover, the data analysis showed that students improved their opinion writing in relation to the pre-tests realized before the pedagogical intervention. The conclusion remarks that there is still much to do in the area of writing as a foreign language to children, but children must be sensitized to write opinion texts in primary school (Souza, 2003: 73), since argumentation and persuasion are present in everyday school or family children situations
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-10-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.