• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.8.2016.tde-05082016-132904
Documento
Autor
Nombre completo
Thiago Jorge Ferreira Santos
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2016
Director
Tribunal
Lousada, Eliane Gouvêa (Presidente)
Bueno, Luzia
Zavaglia, Adriana
Título en portugués
A linguagem revelando o desenvolvimento do pesquisador na prática da Iniciação Científica
Palabras clave en portugués
Iniciação científica
Linguagem
Pesquisador
Resumen en portugués
Esta pesquisa teve como objetivo compreender o processo da Iniciação Científica (IC) enquanto um dispositivo de formação do pesquisador na graduação, analisando especificamente o modo como os textos produzidos ao longo da IC podem revelar o desenvolvimento do aluno-pesquisador. Dentre as pesquisas já realizadas sobre a IC, observamos que elas não mostraram a relação entre o pensamento a linguagem nesse percurso formativo. Por isso, tivemos, como objetivos específicos, verificar quais as marcas textuais que nos permitem compreender essa prática científica e de formação por meio da relação entre a linguagem e o pensamento. Para tanto, partimos da teoria do Interacionismo Social (VIGOTSKI, 2001, 2007, 2009) e de estudos contemporâneos acerca da teoria vigotskiana (FRIEDRICH, 2012), sobretudo da noção de funções psicológicas superiores linguagem e pensamento e sua relação na formação dos conceitos científicos. Em seguida, baseamo-nos na corrente do Interacionismo sociodiscursivo (BRONCKART, 1999, 2006, 2008a, 2008b, 2008c, 2009, 2011), que é uma atualização contemporânea do Interacionismo social e que tem entre seus objetivos estudar o papel da linguagem no desenvolvimento humano e na construção de saberes, com base emVigotski e outros autores. Como dados de pesquisa coletamos os textos que, obrigatoriamente, os estudantes devem produzir no contexto da IC, na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. Assim, foram coletados projetos de pesquisa, relatórios finais, apresentações orais de pesquisa com os respectivos resumos de três estudantes do curso de Letras, na habilitação de Português/Francês. Esses dados foram analisados por meio dos níveis de análise textual e discursiva proposta por Bronckart (1999) e os resultados foram discutidos por meio dos sistemas linguageiros, assim como abordados por Bronckart (2008b) e Bota (2011), pelos quais toda produção linguageira sofre três tipos de restrições: social (incluem-se aqui os mecanismos enunciativos como as vozes e as modalizações), psicológica (restrições impostas pelo uso dos tipos de discurso) e lingüística (restrições impostas pelo uso dos conectores e da coesão verbal e nominal). Como resultado da pesquisa, encontramos uma dinâmica específica entre os tipos de discurso e o gênero textual produzido, pois, a cada etapa da pesquisa, os gêneros determinavam a escolha de determinado tipo de discurso. Também verificamos que a coesão nominal pode nos fornecer resultados importantes para a análise do posicionamento do autor empírico no texto, ou seja, a emergência de um posicionamento de pesquisador. Ademais, encontramos dois tipos de vozes no decorrer da Iniciação Científica: a voz do estudante e a voz do pesquisador. A primeira, identificada nos projetos de pesquisa, tem a função de organizar a pesquisa segundo uma ideia central advinda da experiência das estudantes enquanto graduandas em Letras, na habilitação de Português/Francês. A segunda voz, delimitada nos textos finais das pesquisas, o relatório final e a apresentação oral, é a voz do pesquisador, a qual busca a regularidade nos resultados das pesquisas e os nomeia, dando-lhes um contorno conceitual por meio de uma generalização.
Título en inglés
The language revealing the researchers development in the practice of Scientific Initiation
Palabras clave en inglés
"Scientific Initiation"
Language
Researcher
Resumen en inglés
This research aimed to understand the process of Scientific Initiation as an educational device in the undergraduate courses, analyzing specifically how the texts produced over the Scientific Initiation can reveal the development of student-researcher. Among the research already conducted on the Scientific Initiation, we found that they did not show the relationship between language and thought. So we had, as specific objectives, to check which textual markers allow us to understand this scientific educational practice through the relationship between language and thought. The theories that underlie our study are the Social Interactionism (VIGOTSKI, 2001, 2007, 2009) and the contemporary studies of Vigotskian theory (FRIEDRICH, 2012), especially the notion of higher mental functions "language" and "thought" and their relationship in the development of scientific concepts. We also rely on the Socio-Discursive Interactionism (BRONCKART, 1999, 2006, 2008a, 2008b, 2008c, 2009, 2011), which is a contemporary branch of social interactionism and which has among its objectives to study the role of language in human development and in the construction of knowledge, based on Vigotski and other authors. As research data,we collected texts that students must produce in the context of Scientific Initiation at the Faculty of Philosophy, Letters and Human Sciences, at the University of São Paulo. So we collected research projects, final reports and oral presentations with their abstracts of three students of Letters, students of Portuguese/French languages. These data were analyzed by levels of textual and discourse analysis proposed by Bronckart (1999) and the results were discussed through the language systems concept conceived by Bronckart (2008b) and Bota (2011), by which all language production suffers three types of constraints: social (they include the enunciative mechanisms such as voices and modalizations), psychological (restrictions imposed by use of the types of discourse) and linguistic (restrictions imposed by use of connectors and verbal and nominal cohesion). As a result of the research, we found a specific dynamic between the types of discourse and the produced genre, because in every stage of the research, the genres determined the choice of a particular type of discourse. We also found that the nominal cohesion can provide us with important results for the analysis of the empirical author positions in the text, so the emergence of a researcher position. Furthermore, we find two types of voices during the scientific initiation: the voice of the students and the voice of the researcher. The first, identified in the projects, is used toto organize the research according to a central idea arising from the experience of students in the Undergraduate courses in Letters (Portuguese/ French). The second voice, found on the final texts of the research, the final report and the oral presentation, is the voice of the researcher, which seeks regularities in search results and names them, giving them a conceptual outline through a generalization.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2016-08-05
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.