• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2011.tde-19012012-114254
Documento
Autor
Nome completo
Lorena Andrea Garcia Pereira Vicini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Dornbusch, Claudia Sibylle (Presidente)
Galle, Helmut Paul Erich
Machado, Leonardo Ramos Munk
Título em português
Apocalipse alegre: configurações do indivíduo moderno em Leutnant Gustl.
Palavras-chave em português
Fin de siècle
Leutnant Gustl
Modernidade
Monólogo interior
Schnitzler
Viena
Resumo em português
Este trabalho se propõe a analisar a novela Leutnant Gustl (1900), de Arthur Schnitzler. A obra, o primeiro monólogo interior em língua alemã, foi escrita no fin-de-siècle em Viena, período conhecido por sua alta produtividade intelectual e artística. Como consequência de uma política mesclada entre a monarquia e burguesia, a regência da cidade era caracterizada por um hibridismo de valores, a priori, paradoxos. Esse composto heterogêneo se reflete na sociedade e na classe artística, resultando em uma produção na qual elementos modernos e pré-modernos díspares convivem. Nesse sentido, sempre considerando o objeto como ponto de partida da análise, será observado em que medida a novela representa a pré-modernidade, com traços como a defesa da honra e a prática do duelo, e outros tipicamente modernos, como a ascensão do lazer, o consumo massificado e a valorização do individualismo. É nesse cenário que examinaremos o tenente Gustl, personagem-narrador, por muitos teóricos considerado um tipo representante do indivíduo da sociedade vienense daquela época. Tomando sua personalidade e sua trajetória como eixo norteador desse estudo, tentaremos mostrar em que medida ele se configura como um indivíduo moderno, apesar de sustentar, externamente, uma fachada de valores prémodernos, os quais, por meio do monólogo interior, o leitor sabe não se tratar nada além de uma imagem. Assim, tomando Gustl como um representante de seu tempo, contraditório e zeloso das falsas aparências, será investigada a sua inserção como indivíduo no seu tempo.
Título em inglês
Joyful apocalypse: modern individual settings in Leutnant Gustl
Palavras-chave em inglês
Fin de siècle
Leutnant Gustl
Modernity
Schnitzler
Stream-ofconsciousness
Vienna
Resumo em inglês
This dissertation aims to analyze the novel Leutnant Gustl (1900), by Arthur Schnitzler. The novel, the first to employ the "stream-of-consciousness" technique in German, was written in fin-de-siècle Vienna, a period known for its high intellectual and artistic productivity. Owing to a merged policy between the monarchy and the bourgeoisie, the citys government was characterized by a hybridization of values, paradoxical a priori. This heterogeneous compound is reflected in society and the artistic community, resulting in a production in which modern and pre-modern different elements coexist. Thereby, always considering the object as a starting point of analysis, there will be seen to what extent the novel represents the premodern with traits like the defense of honor and the practice of dueling , and other typically modern, as the rise of leisure, the massive consumption and the awareness of individualism. It is in this background that we examine the lieutenant Gustl, character and narrator, by many experts considered a representative of the individual type of Viennese society at the time. Taking his personality and his career as a core line, this study attempts to show the extent to which he is configured as a modern individual, in spite of sustaining, externally, an artificial appearance of pre-modern values, which, through interior monologue, the reader knows it is nothing but a façade. Hence, taking Gustl as a representative of his time, contradictory and earnest of false appearances, it will be investigated his inclusion as an individual in his time.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-01-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.