• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Angelly Alani Marques de Gouveia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Gonçalves Segundo, Paulo Roberto (Presidente)
Farneda, Eliete Sampaio
Pereira, Giselda Fernanda
Souza, Paulo Chagas de
Título em português
A produção escrita de alunos imigrantes: percepções acerca do português brasileiro reveladas em textos de estudantes com ascendência boliviana
Palavras-chave em português
Aluno boliviano
Escola pública
Escrita espontânea
Ortografia
Português do Brasil
Resumo em português
Nos últimos anos, as escolas públicas de São Paulo observaram um crescimento significativo da presença de alunos imigrantes em sala de aula. Dados da Secretaria Estadual de Educação indicam que as matrículas aumentaram 18% em 2019, sendo o maior grupo o de estudantes bolivianos, com 5.022 matriculados. Considerando esse panorama, este estudo buscou avaliar os desafios linguísticos enfrentados pelo professor no ensino de língua portuguesa em salas de aula heterogêneas, isto é, formadas por brasileiros e imigrantes. Como recorte, definiram-se os estudantes com ascendência boliviana como protagonistas da pesquisa e realizou-se o acompanhamento das aulas de português do sexto ano do Ensino Fundamental II em uma escola situada no bairro do Brás (São Paulo/SP), local escolhido por concentrar indivíduos da comunidade boliviana (cf. SILVA, 2006; CYMBALISTA; XAVIER, 2007; FREITAS, 2012). Dessa forma, a partir da coleta de textos espontâneos de alunos com ascendência boliviana e brasileiros, estratégia de obtenção de dados consoante Cagliari (1990), as análises foram realizadas buscando os principais desafios ortográficos, com os objetivos de (i) identificar a natureza das dificuldades dos alunos protagonistas, relacionando os resultados com a produção dos estudantes brasileiros; (ii) verificar se a possível situação de contato constante com espanhol no convívio familiar resultava na manifestação de aspectos do espanhol na escrita em português; (iii) comparar as dificuldades de bolivianos e de filhos de bolivianos, averiguando se estes estudantes, ainda que brasileiros na nacionalidade, não enfrentavam desafios semelhantes aos dos imigrantes; e, por fim, (iv) propor atividades didáticas com base nas principais necessidades identificadas na análise, para auxiliar o professor de escola pública a conduzir o ensino da escrita em português em salas heterogêneas. De maneira geral, os resultados indicaram que bolivianos, filhos de bolivianos e brasileiros, dentro do grupo estudado, apresentam dificuldades parecidas, sendo a principal relacionada à diferenciação entre a modalidade falada e escrita da língua, já que na maioria das produções houve a representação de processos fonológicos do português, bem como outras dificuldades na escolha de grafemas motivadas, muitas vezes, pela pronúncia associada à concorrência entre letras. Ademais, estudantes bolivianos e filhos de bolivianos exibiram as mesmas dificuldades nas produções, relacionadas a processos fonológicos e à seleção de grafemas, com a adição de aspectos do espanhol inseridos na escrita em português. Finalmente, com base nesses resultados, foram propostas atividades didáticas focando nas diferenças entre a modalidade falada e escrita da língua e nas reflexões sobre uma situação real de preconceito associado à ortografia. Como principal conclusão, constatou-se que os alunos ascendência boliviana, ainda que inseridos em aulas que não trazem o ensino da língua específico para imigrantes, estão aprendendo efetivamente o português brasileiro na modalidade oral, já que transferem hipóteses pertinentes sobre a língua para a escrita.
Título em inglês
The written production of immigrant students: perceptions about Brazilian Portuguese showed in texts of Bolivian ancestrys students
Palavras-chave em inglês
Bolivian student
Brazilian portuguese
Orthography
Public school
Spontaneous writing
Resumo em inglês
In recent years, public schools in São Paulo have observed a significant increase in the presence of immigrant students in the classroom. Data from State Department of Education indicate that enrollments increased by 18% in 2019, being the largest group composed by Bolivian students, with 5022 enrollments. Considering this scenario, this study has evaluated the challenges faced by teachers during Portuguese classes in heterogeneous classrooms, i.e. formed by Brazilians and immigrants. As scope, students with Bolivian ancestry were defined as protagonists of the research and were monitored during the Portuguese classes of the sixth grade of Elementary School II in a school located in the district of Brás (São Paulo/SP), chosen due to the concentration of individuals from the Bolivian community (cf. SILVA, 2006; CYMBALISTA; XAVIER, 2007; FREITAS, 2012). In this way, from the spontaneous texts written by students of Bolivian and Brazilian ancestry, regarding the data collection strategy of Cagliari (1994), the analysis investigated their main orthographic challenges, with the objectives of (i) identifying the nature of the difficulties of the protagonists students, relating the results to the production of the Brazilian students; (ii) verifying if the possible situation of constant contact with Spanish in family life results in transfers from Spanish to Portuguese; (iii) comparing the difficulties of Bolivians and Brazilian-born children of Bolivian immigrants, investigating if these students face similar challenges; and finally, (iv) proposing didactic activities based on the main needs identified in the analysis, to help the public school teachers to lead the teaching of Portuguese writing in heterogeneous classrooms. In general, the results have indicated that Bolivians, Brazilian-born children of Bolivian immigrants and Brazilians, in the studied group, present similar difficulties, being the main one related to the differentiation between speech and writing, since in the majority of the productions there was the representation of Portuguese phonological processes, as well as other difficulties in choosing graphemes motivated, often, by the pronunciation associated to the competition of letters. In addition, Bolivian students and Brazilian-born children of Bolivian immigrants presented the same difficulties in the productions, related to phonological processes and the selection of graphemes, and also transfers from Spanish to Portuguese. Finally, based on these results, didactic activities were proposed focusing on the differences between speech and writing and in the reflections on a real situation of prejudice associated with orthography. As a main conclusion, it was verified that students of Bolivian ancestry, even if inserted in classes that do not bring the specific language teaching to immigrants, are effectively learning Brazilian Portuguese in the oral modality, since they transfer pertinent hypotheses on the language to writing.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-10-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.