• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2011.tde-08012013-161935
Documento
Autor
Nome completo
Luiz André Neves de Brito
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Brandao, Helena Hathsue Nagamine (Presidente)
Correa, Manoel Luiz Goncalves
Piccardi, Tatiana
Silva, Maria Cecília Pérez de Souza e
Vargas, Maria Valiria Aderson de Mello
Título em português
Discurso, leitura e produção textual: uma análise discursiva da escrita de pré-universitários
Palavras-chave em português
Análise do discurso
Gênero discursivo redação de vestibular
Heterogeneidade enunciativa
Leitura
Produção textual
Resumo em português
Este trabalho de doutorado é o resultado de uma pesquisa em análise do discurso que teve como foco analisar textos produzidos em uma situação de avaliação específica, mais precisamente, redações produzidas no Concurso Vestibular 2007 da Universidade de São Paulo. O corpus da pesquisa foi constituído por 346 redações produzidas por candidatos aprovados em primeira chamada. O objetivo foi tocar na realidade viva dessas redações: analisar a interação que há entre leitura e produção textual. Para mostrarmos essa interação leitura/escrita nos interstícios da produção textual de préuniversitários, partimos dos pressupostos de que linguagem e instituição estão constantemente imbricadas e de que falamos com as palavras dos outros para construirmos nossos discursos. A heterogeneidade enunciativa se mostra uma marcar importante para observarmos o funcionamento dessa interação leitura/escrita nos interstícios dessa prática discursiva. Para abordarmos essa questão, os pressupostos teóricos que norteiam o estudo se baseiam, sobretudo, nas reflexões propostas por Pêcheux, Maingueneau e Authier-Revuz. Este trabalho ainda se propõe a analisar o funcionamento do gênero redação no vestibular. Para tal, pautamo-nos das considerações de Bakhtin e de Maingueneau. A análise das redações nos revelou: (i) como as atividades de leitura e produção textual não são atividades estanques em si, mas que estão em constante interação; (ii) como a atividade de leitura inscrita nos interstícios da produção textual é uma prática social que não se limitam aos muros da escola.
Título em inglês
Discourse, Reading and textual production: a discoursive analysis of the writing of pre-university
Palavras-chave em inglês
Discourse analysis
Discoursive genre "vestibular writing"
Enunciative heterogeneity
Reading
Textual production
Resumo em inglês
This doctoral work is the result of research in discourse analysis that focused on analyzing texts produced in a specific situation assessment, more precisely, essays produced in Standardized College Entrance Exams for the University of São Paulo. The corpus of the research consisted of 346 essays produced by candidates in the first call. The objective was to touch the "living reality" of these essays: to analyze the interaction that exists between reading and text production. To show this interaction between reading and writing in the interstices of textual production to pre-university, we assume that language and institutions are constantly intertwined and we speak the words of others to build our speeches. In order to observe how reading is written in the interstices of this discursive practice, we decided to analyze how the enunciative heterogeneity works. The theoretical assumptions that guide this study are based mainly on ideas proposed by Pêcheux, Authier-Revuz, and Maingueneau. In order to analyze how this genre works, we consider the ideas proposed by Bakhtin and Maingueneau. The analysis of the essays revealed: (i) how the activities of reading and text production activities are not watertight in itself. They are in constant interaction; (ii) the activity of reading is a social practice not limited to school walls.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-01-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.