• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
Document
Auteur
Nom complet
Alfredo Vital Oliveira
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2019
Directeur
Jury
Módolo, Marcelo (Président)
Antonio, Juliano Desiderato
Carvalho, Antonio Carlos Silva de
Viaro, Mario Eduardo
Titre en portugais
Gramaticalização das expressões em vista de, haja vista, haja vista que, tendo em vista, tendo em vista que e similares na Língua Portuguesa
Mots-clés en portugais
Conjunção
Construção causal
Gramaticalização
Preposição
Resumé en portugais
Este trabalho consiste em um estudo que focaliza a trajetória das mudanças linguísticas derivadas do item lexical vista até se chegar aos itens gramaticais, com acepção causal, haja vista, haja vista que, tendo em vista e tendo em vista que. O objetivo principal é descrever o processo de gramaticalização das locuções em vista de, haja vista, haja vista que, tendo em vista e tendo em vista que como elementos conectivos em Português, demonstrando os deslizamentos semânticos e as alterações morfossintáticas das construções estudadas e de suas variantes, analisando-se a função que exercem numa amostra de 3.801 enunciados que compõem seu corpus, todos provenientes do site Corpus do Português. Adota-se, neste estudo, o conceito de construção, segundo Goldberg (1995, 2003), como o pareamento convencional de forma e sentido, estando relacionadas à forma propriedades fonológicas, morfológicas e sintáticas e ao sentido, propriedades semânticas, pragmáticas e discursivo-funcionais. Este estudo fundamenta-se nos pressupostos da atual abordagem construcional da gramaticalização proposta por Bybee (2016) em que a emergência e o desenvolvimento de construções nas línguas devem-se à atuação de processos cognitivos de domínio geral, tais como, categorização, encadeamento e analogia. Em conformidade com essa abordagem, hipotiza-se que uma construção se gramaticaliza a partir do aumento de frequência de uma instância específica de um padrão estrutural existente e, com o aumento de frequência, tal instância pode vir a se tornar um chunk e, então, ser um exemplar da categoria a que pertence. A partir da análise dos dados do corpus, registra-se o continuum de construções, procedentes do item lexical vista, apontando-se cada um dos chunks desse processo de gramaticalização até se atingir o grau mais abstrato, ou seja, o de preposição ou de conjunção. Por conseguinte, em relação aos processos de gramaticalização das locuções em vista de, haja vista, haja vista que, tendo em vista e tendo em vista que, como elementos causais em Português, os chunks e os types podem ser esquematizados, do item mais concreto ao item mais abstrato, desta forma: item lexical vista => item lexical vista ~ item gramatical em vista de => item lexical vista ~ item gramatical em vista de ~ item gramatical tendo em vista => item lexical vista ~ item gramatical em vista de ~ item gramatical tendo em vista ~ item gramatical tendo em vista que e item lexical vista => item lexical vista ~ item gramatical em vista de => item lexical vista ~ item gramatical em vista de ~ item gramatical haja vista => item lexical vista ~ item gramatical em vista de ~ item gramatical haja vista ~ item gramatical haja vista que. Também verifica-se que a escolha do verbo ter ou do verbo haver para compor a construção afeta diretamente na quantidade, no tipo de categoria dos componentes, no tempo e no modo da forma verbal eleita para participar da expressão causal, tanto que se encontram registros de variantes das expressões estudadas, embora raros, no registro das construções havendo em vista e tenha vista que como conectivos causais.
Titre en anglais
Grammaticalisation of the expressions em vista de, haja vista, haja vista que, tendo em vista, tendo em vista que, and similar in the Portuguese Language
Mots-clés en anglais
Causal construction
Conjunction
Grammaticalization
Preposition
Resumé en anglais
This work focuses on the trajectory of the linguistic changes derived from the lexical item vista until reaching grammatical items, with causal meaning, em vista de, haja vista, haja vista que, tendo em vista and tendo em vista que. The main objective is to describe the process of grammaticalization of the locutions, em vista de, haja vista, haja vista que, tendo em vista and tendo em vista que as connective elements in Portuguese, demonstrating the semantic slides and morphosyntactic changes of the construction and their variants, the function they perform in a sample of 3,801 statements which are part of their corpus, all coming from the Corpus do Português website. According to Goldberg (1995, 2003), the concept of construction is used as the conventional pairing of form and meaning. The phonological, morphological and syntactic properties are related to form and to the meaning, semantic, pragmatic and discursive-functional properties. This study is based on the assumptions of the current constructional approach to grammaticalization proposed by Bybee (2016). In this approach, the emergence and development of language constructions is due to general domain cognitive processes, such as categorization, chaining, and analogy. In accordance with this approach, a construct is hypothesized to be grammaticalized from the frequency increase of a specific instance of an existing structural pattern and, with increasing frequency, such an instance may become a chunk, a copy of the category to which it belongs. From the analysis of the data of the corpus, we record the continuum of constructions, from the lexical item vista, pointing each one of the chunks of this process of grammaticalization until reaching the most abstract degree, that is, the one of preposition or of conjunction. Therefore, in relation to the grammaticalization processes of the locutions, em vista de, haja vista, haja vista que, tendo em vista e tendo em vista que, as causal elements in Portuguese, chunks and types can be schematized, from the most concrete item to the most abstract item, in this way: lexical item vista => lexical item vista ~ grammatical item em vista de => lexical item vista ~ grammatical item em vista de ~ grammatical item tendo em vista => lexical item vista ~ grammatical item em vista de ~ grammatical item tendo em vista ~ grammatical item tendo em vista que and lexical item vista => lexical item vista ~ grammatical item em vista de => lexical item vista ~ grammatical item em vista de ~ grammatical item haja vista => lexical item vista ~ grammatical item em vista de ~ grammatical item haja vista ~ grammatical item haja vista que. It is also verified that the choice of the verb ter or of the verb haver the construct directly affects the quantity, the type of category of the components, the time and the mode of the chosen verbal form to participate in the causal expression. There are registers of variants of the expressions studied, although rare, in the register of the constructions havendo em vista and tenha vista que as causal connectives.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2019-06-07
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2021. Tous droits réservés.