• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.8.2020.tde-03032020-160852
Documento
Autor
Nome completo
Márcia de Souza Luz Freitas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Alves, Ieda Maria (Presidente)
Araujo, Mariangela de
Babini, Maurizio
Demai, Fernanda Mello
Título em português
A neologia no entrecruzar das ciências médicas e biológicas e da engenharia: estudo terminológico do léxico pertinente à engenharia biomédica
Palavras-chave em português
Discurso especializado
Engenharia biomédica
Intersecção de áreas do conhecimento
Neologia
Terminologia
Resumo em português
O presente trabalho, com abordagem lexicológico-terminológica, é fruto de uma proposta de estudo da contribuição dos domínios ancestrais na formação da terminologia de um domínio emergente, a Engenharia Biomédica. Partimos do pressuposto de que esse domínio, por seu caráter multi- e interdisciplinar, exibe, na construção de seu sistema conceptual e na sua formação terminológica, uma forte hibridização de vários campos do saber, para além das engenharias e das ciências médicas e biológicas. Muitos dos termos que compõem esse discurso especializado são empréstimos ou formações mistas a partir de unidades lexicais especializadas de domínios preexistentes. Nosso objetivo, nesse sentido, é investigar, de modo exploratório, o conjunto terminológico pertinente à Engenharia Biomédica, por meio do exame da relevância de outras áreas do conhecimento sobre o domínio estudado. Seguimos fundamentação teórica e metodológica das Ciências do Léxico, sobretudo no tocante à terminologia e à neologia, baseando-nos principalmente na Teoria Comunicativa da Terminologia, em outras possíveis abordagens sobre terminologia discursivo-textual e em estudos acerca da neologia. Para tanto, estabelecemos, como corpus da pesquisa, teses e dissertações publicadas recentemente em programas brasileiros de pós-graduação, consideradas textos acadêmico-científicos de alto grau de especialização. Utilizamos ferramentas computacionais no processamento textual e estabelecemos, como corpora de exclusão, dicionários de língua geral e dicionários de especialidades dos domínios ancestrais, quando existentes. Os resultados são descritos a partir de três eixos norteadores: o fenômeno da interseção de áreas, nossa ênfase, e, ainda, os fenômenos morfossintáticos e semânticos na formação dos termos e os fenômenos pragmático-textuais do discurso especializado em Engenharia Biomédica. Esses eixos evidenciam a condução de nossa análise assentada sobre as noções de que: (i) as áreas ancestrais do conhecimento servem de inspiração para a criação das condições de emergência de uma nova área; (ii) os gêneros discursivos estão inerentemente ligados à esfera de comunicação da qual fazem parte e, por conseguinte, refletem suas finalidades e suas condições específicas de produção, de recepção e de construção de sentidos; (iii) as unidades lexicais especializadas são parte da língua geral e estão sujeitas aos mesmos fenômenos desta, comportando, entre outros, variações, sinonímias e neologismos. Classificamos as áreas ancestrais que permitem a emergência da Engenharia Biomédica em domínios incidentais, adjacentes e interseccionais, conforme a relação estabelecida com o domínio emergente. Paralelamente ao fenômeno da interseção de áreas, observamos que a complexidade dos processos neológicos, a instabilidade denominativa, a influência da língua inglesa e as características da situação discursivo-comunicativa são aspectos predominantes nas formações terminológicas desse domínio. Por fim, acreditamos que este estudo contribuirá para a sistematização terminológica da Engenharia Biomédica e para o surgimento de novos estudos sobre o panorama que buscamos delinear ao longo de sua realização.
Título em inglês
The neology at the intersection of medical and biological sciences and engineering: a terminological study of the lexicon pertinent to biomedical engineering
Palavras-chave em inglês
Biomedical engineering
Intersection of areas of knowledge
Neology
Specialized speech
Terminology
Resumo em inglês
The present work, with a lexicological-terminological approach, is the result of a proposal to study the contribution of ancestral domains towards the formation of the terminology of an emerging domain, Biomedical Engineering. Due to its multi and interdisciplinary character, we assume that this domain exhibits a strong hybridization of various areas of knowledge in the construction of its conceptual system and its terminological formation, besides engineering and medical and biological sciences. Thus, many of the terms that make up this specialized speech are loanwords or mixed formations from specialized lexical units of pre-existing domains. Seen in these terms, our objective is to investigate, in an exploratory way, the lexicon pertinent to Biomedical Engineering by examining the importance of others areas on the studied domain. We followed the theoretical and methodological foundations of the Lexical Sciences, particularly in terms of terminology and neology, based mainly on the Communicative Theory of Terminology, possible approaches on discursive-textual terminology and studies on translational neology. Therefore, the established corpus of this research is formed by recently published theses and dissertations from Brazilian postgraduate programs, such as academic-scientific texts considered to have a high degree of expertise. We used computational tools for textual processing and established general language dictionaries and specialty dictionaries of ancestral domains, when existing, as exclusion corpora. The results are described from three guiding axes: the phenomenon of area intersection, our emphasis, and the morphosyntactic and semantic phenomena in the formation of terms and the pragmatic-textual phenomena of the speech specialized in Biomedical Engineering. These axes highlight the organization of our analysis founded on the assumption that: (i) the ancestral areas of knowledge serve as inspiration for the creation of emergency conditions for a new area; (ii) the discourse genres are inherently linked to the communication sphere which they are part of and, consequently, reflect their purposes and their specific conditions of production, reception and construction of meanings; (iii) specialized lexical units are part of the general language and are subject to the same phenomena, comprising, among others, variations, synonyms and neologisms. We classify the ancestral areas that allow the emergence of Biomedical Engineering in incidental, adjacent and intersectional domains, according to the relationship established with the emerging subject field. Parallel to the phenomenon of the intersection of areas, we observed that the complexity of neology processes, the influence of the English language and the characteristics of the discursive-communicative situation are predominant aspects in the terminological formations of this domain. Finally, we believe that this study will contribute towards the terminology systematization of Biomedical Engineering and towards the emergence of new studies on the scenario that we aim at outlining along the development of our study.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-03-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.