• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2009.tde-30112009-140219
Documento
Autor
Nome completo
Andrea Perazzo Barbosa Souto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Tatit, Luiz Augusto de Moraes (Presidente)
Campos, Norma Discini de
Lopes, Ivã Carlos
Mancini, Renata Ciampone
Souza, Germana Henriques Pereira de
Título em português
Henri Michaux e a construção do estilo nas instabilidades do sentido: uma poética de limiares e limites
Palavras-chave em português
Enunciação
Estilo
Henri Michaux
Poesia e prosa
Semiótica
Resumo em português
A poética de Henri Michaux, autor da literatura de expressão francesa contemporânea, apresenta alguns traços recorrentes que imprimem à obra um caráter de diversidade e heterogeneidade relevante e instauram o que denominaremos uma poética de limiares e limites. Trata-se de procedimentos que incidem de maneira direta e/ou indireta em seus textos poéticos, tais como a instabilidade nas fronteiras dos gêneros e a interferência do fantástico e do grotesco na figuração. Com isso, as noções de referência e de representação, de designação e identidade, subjetividade e objetividade enunciativa são desestabilizadas e as relações entre os demais componentes estruturantes da construção do sentido ficam comprometidas. Sua poética gera, então, vários tipos de movimentos que favorecem um alto grau de instabilidade dos sentidos e ocasionam tensões de ordem ora narrativa, ora figurativa, ora enunciativa, passional ou tensiva. Sob a perspectiva da teoria semiótica francesa, a pesquisa intenciona demonstrar de que maneira esses movimentos afetam as modalidades do crer, do parecer e do saber, provocando dúvidas, incertezas, sensação de estranhamento e desconforto no leitor, ao relativizar a visão que normalmente se tem do mundo natural. Esses movimentos, considerados como estratégias discursivas, são operacionalizados de acordo com os modos de presença dos atores da enunciação. Logo, serão tomados como aspectualizações enunciativas, suscetíveis a modulações graduais e tensivas. Considera-se aqui que, examinados numa totalidade discursiva, esses procedimentos concorrem para consolidar efeitos de sentido que contribuem para construir um estilo próprio do autor, um éthos. Para compor o corpus da pesquisa, foram selecionados textos das obras Mes propriétés (1930), La nuit remue (1935), Plume précédé de Lointain intérieur (1938) e Face aux verrous (1954). Para as relações intertextuais estabelecidas entre o autor e Lautréamont, esse corpus inclui ainda textos da obra Os Cantos de Maldoror (1869).
Título em inglês
Henri Michaux and the construction of the style in the sense's instabilities: the poetry of threshold and limit
Palavras-chave em inglês
Enunciation
Henri Michaux
Poetry and prose
Semiotics
Style
Resumo em inglês
The poetry of Henri Michaux, the author of the French contemporary literature, shows some features that transmit to the work a character of considerable diversity and heterogeneity and establish what will be called the poetry of threshold and limit. Its about proceedings that incise directly or indirectly in your poetics texts, as: the instability on the frontiers of gender, the interference of the fantastic and of the eccentric in the portray. Whit that the conceptions of reference and representation, of designation and identity, subjective and objective enunciation modes are disestablished and the connections among all the others structure components of the construction of the meaning get engaged. His poetry creates several kinds of movements, what benefits a higher degree of instability of the senses and cause tension on the orders, sometimes as a narrative, as figurative, as enunciatively, as trouble of passion or tensity. Under the perspective of the French semiotics, the research intends to demonstrate the way these movements affect the ways to believe, to appear, and to knowledge, challenging doubts, uncertainty, unfamiliarity and uncomfortable sensation to the reader on the relativity of the vision that normally there is of the natural world. These movements, considered as discourse proceedings, are done according to the presence modes of the actors of the enunciation. Therefore, there will be seen as the effective functioning of the consideration of the subject as aspect, susceptible to gradual and tense modulations. To consider that, these proceedings happen in order to consolidate the effects of meaning that contribute to build a style that is from the authors style an ethos. The ethos apprehension always depends of a totality of discourses. To compose the corpus of this research, it was necessary to sort texts of the writers works Mes propriétés (1930), La nuit remue (1935), Plume précédé de Lointain intérieur (1938) and Face aux verrous (1954). In order to relate the intertexts between the author and Lautréamont, this corpus includes a totality of texts of the work Os Cantos de Maldoror (Lautréamont, Les Chants de Maldoror, 1869).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-03-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.