• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.8.2020.tde-20102020-220656
Documento
Autor
Nombre completo
Marcio de Castro
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2020
Director
Tribunal
Alambert Junior, Francisco Cabral (Presidente)
Kinas, Fernando César
Mate, Alexandre Luiz
Paranhos, Kátia Rodrigues
Título en portugués
"Com quantas vozes se faz um coro": Teatro Forja, expedientes estéticos, formação cultural e sindical (1979-1986)
Palabras clave en portugués
Agitprop
Cultura
Dramaturgia
Formação Cultural
Formação Sindical
Grupo Forja
Sindicalismo
Teatro
Resumen en portugués
Essa dissertação tem por fim a reflexão sobre a ação cultural e política do Grupo Forja de Teatro (1979-1991), fundado dentro do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema (SMSBCD). Caracterizado pelo modo de criação coletivo e com a participação dos operários das metalúrgicas do ABC nas várias esferas de produção, o grupo realizou algumas das mais importantes criações teatrais de cunho político da primeira metade dos anos 1980 na região. Através do processo de criação de dramaturgia coletiva, colocou em cena as falas e desejos dos trabalhadores diante das lutas operárias e os contextos sócio-políticos do período entre o fim da ditadura militar (1964-1985) e a abertura política. O Forja nasceu junto com o novo sindicalismo, momento de agitação política que se aliou diretamente com a fundação do Partido dos Trabalhadores (PT), em 1980, e da Central Única dos Trabalhadores (CUT), por meio do primeiro Congresso Nacional da Classe Trabalhadora (CONCLAT), em 1983. Contudo, o próprio fortalecimento da CUT e a rápida ascensão do PT atravessaram a queda do Grupo Forja. A retirada da pauta de ação cultural como prioridade da direção sindical, associada a mudanças de gestão da diretoria, fizeram com que o Grupo perdesse seu diretor/coordenador e também assessor cultural do sindicato à época, Tin Urbinatti, o que resultou na saída coletiva de todos os integrantes. Investigamos as relações entre a formação política e a formação cultural promovidas no Sindicato durante o período em que o Grupo Forja estabeleceu sede e foi coletivo estável de Teatro (1979-1986). A partir desta pesquisa, verificamos se há mudanças estruturais que conduziram o pensamento do departamento do sindicato na priorização da formação de quadros políticos internos em detrimento da experiência obtida pela emancipação artística e o fomento às ações culturais. Fizemos também uma análise sobre os aspectos formais das criações dramatúrgicas do Forja, associando suas escolhas estéticas com suas aspirações políticas e com o seu público.
Título en inglés
"The number of voices a choir is made up of": Forja Theater, aesthetics, cultural and union formation (1979-1986)
Palabras clave en inglés
Agitprop
Cultural Formation
Culture
Dramaturgy
Forja Group
Theater
Union Formation
Unionism
Resumen en inglés
This dissertation aims at reflecting on the cultural and political action of Forja Theater Group (1979-1991), founded in the Factory Workers' Union of São Bernardo do Campo and Diadema (SMSBCD). Characterized by collective creation and with the participation of factory workers from factories in the ABC region, in the various spheres of production, the group produced some of the most important political theater creations in the first half of the 1980s in the region. Through the process of collective dramaturgy creation, they put on the scene the workers speeches and desires in the face of workers' struggles and the socio-political contexts in the period between the end of the military dictatorship (1964-1985) and the political democratization. Forja were born along with the New Unionism, a moment of political unrest which directly allied itself with the founding of the Partido dos Trabalhadores PT (Workers' Party), in 1980, and the Central Única dos Trabalhadores CUT (Unified Workers Central) through the first Congresso Nacional da Classe Trabalhadora - CONCLAT (Working Class National Congress), in 1983. However, CUTs strengthening and PTs rapid rise coincided with Forja Groups fall. The withdrawal of the cultural action agenda from the Union leadership priorities, associated with management changes in the Union leadership, provoked the Group´s loss of their director/coordinator and also Union's cultural advisor at that time, Tin Urbinatti, which caused all the members to leave the Group collectively. We investigated the relationship between the political formation and the cultural formation promoted in the Union during the period when Forja Group established their headquarters and were a stable theater collective (1979-1986). Based on this research, we have verified whether there are structural changes that led the Union department to the idea of prioritizing the formation of internal political cadres over the experience obtained from artistic emancipation and cultural actions promotion. We have also analyzed the aesthetic aspects of Forja's dramaturgical creations, establishing connections among their aesthetic choices, their political aspirations and their audience.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2020-10-20
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.