• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.8.2021.tde-20072021-184814
Documento
Autor
Nome completo
Nicole Leite Bianchini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Marquese, Rafael de Bivar (Presidente)
Carvalho, Vânia Carneiro de
Marques, Leonardo
Oliveira, Ana Luiza Martins Camargo de
Título em português
Café e chá na representação visual européia, 1640 - 1790
Palavras-chave em português
Café
Chá
Consumo
Visualidade
Resumo em português
Este trabalho se propõe a analisar as representações visuais do consumo de café e de chá no noroeste europeu no período entre 1640 e 1800. Neste tempo, as duas bebidas, originárias dos espaços árabe e chinês, respectivamente, adentraram circuitos mercantis e de consumo europeus, inicialmente como bens de luxo, mas tornando-se, gradualmente, elementos do cotidiano urbano de ingleses, franceses e holandeses. Dentro deste processo mais amplo, houve a apropriação europeia, por meio do transplante colonial, do cafeeiro, inaugurando a cafeicultura caribenha, americana e índica. Ao mesmo tempo, o chá se tornou bem emblemático da relação entre ingleses e o mundo asiático. Uma mirada à imagética do consumo permite, neste sentido, observar as transformações na percepção europeia sobre as duas bebidas ao largo desses processos mais amplos de apropriação.
Título em inglês
Tea and Coffee in European visual representations, 1640-1790
Palavras-chave em inglês
Ccoffee
Consumption
Tea
Visuality
Resumo em inglês
This work aims to analyze the visual representations of tea and coffee drinking in northwestern Europe between 1640 and 1800. During this time, the two drinks, of arab and Chinese origin, respectively, entered the European market and circuits of consumption, initially as luxury goods, but gradually became elements of the urban French, English and Dutch daily life. Within this broader process, the coffee plant was transported to European possessions in the Caribbean, South America and in the Indian Ocean, inaugurating colonial coffee plantations. Tea, at the same time, became an integral part of the English presence in Asia. To turn to the visuality of consumption produced during this time, therefore, is to shed light into the transformations in the European perception of these drinks amidst these processes of appropriation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-07-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.