• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2013.tde-20052013-114134
Documento
Autor
Nome completo
Maria Antonia Dias Martins
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Capelato, Maria Helena Rolim (Presidente)
Beired, José Luis Bendicho
Castro, Fernando Luiz Vale
Martinho, Francisco Carlos Palomanes
Soares, Gabriela Pellegrino
Título em português
Identidade Ibero-americana em revista: Cuadernos Americanos e Cuadernos Hispanoamericanos, 1942 - 1955
Palavras-chave em português
Espanha
Franquismo
Guerra fria
Ibero-América
Identidade
Intelectuais
Revistas
Resumo em português
Esta tese tem como objetivo analisar as discussões sobre a identidade ibero-americana realizadas por intelectuais nas revistas Cuadernos Americanos (CA) e Cuadernos Hispanoamericanos (CH) no período de 1942 a 1955. Também faz parte deste trabalho o estudo das análises propostas por esses intelectuais sobre as relações entre Ibero-América, Estados Unidos e Espanha nos contextos da II Guerra Mundial e da Guerra Fria. Embora se interessassem pelo mesmo foco (a Ibero-América), ambas as publicações tiveram origens e propostas distintas: as duas atuaram em campos ideológicos opostos e se constituíram como armas de luta política. CA foi gestada por um grupo de intelectuais mexicanos e exilados espanhóis que se identificavam com o republicanismo, e, portanto, eram opositores ferrenhos do franquismo; CH surgiu posteriormente, com vistas a ampliar as bases de apoio do regime franquista no Continente latino-americano, já que a Espanha estava isolada desde o final da Segunda Guerra em virtude de sua anterior identificação com a ideologia nazi-fascista e com um governo autoritário e simpático ao Eixo.
Título em inglês
Iberian-American identity in magazines: Cuadernos Americanos and Cuadernos Hispanoamericanos, 1942 - 1955
Palavras-chave em inglês
Cold war
Franquismo
Iberian-America
Identity
Intellectuals
Magazines
Spain
Resumo em inglês
This thesis presents an analysis of the debates around Iberian-American identity accomplished by intellectuals in the magazines Cuadernos Americanos (CA) and Cuadernos Hispanoamericanos (CH), in the years 1942 to 1955. This works also examines the analysis proposed by these intellectuals about the relationship between Iberian-American, United States and Spain during World War II and the Cold War. Although the magazines had the same focus in Iberian-America, they had distinct origins and proposals: both served as political instrument in opposite ideological terrains. CA was created by a group of intellectuals (Mexicans and Spanish in exile) in a hard opposition to Franquismo; CH appeared later aiming to enlarge the Latin-American support of Francos regime, as this was isolated since the end of WWII due to Francos authoritarianism and Nazi-Fascist alignment.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-05-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.