• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Valdir Donizete dos Santos Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Prado, Maria Ligia Coelho (Presidente)
Monteiro, Pedro Meira
Passetti, Gabriel
Vilardaga, Stella Maris Scatena Franco
Título em português
Utopias industriais, sonhos imperiais: Michel Chevalier entre latinos e anglo-saxões na Europa e nas Américas (1833-1863)
Palavras-chave em português
América Latina
Cultura imperial
Estados Unidos
França
Identidades
Resumo em português
Esta pesquisa tem por objetivo discutir as interpretações construídas pelo engenheiro e economista francês Michel Chevalier (1806-1869) sobre as Américas entre as décadas de 1830 e 1860. Seguidor das ideias saint-simonianas durante sua juventude, viajou aos Estados Unidos, ao México e a Cuba entre 1833 e 1835. De volta à França, tornou-se professor do Collège de France (1840) e, anos depois, um dos principais quadros intelectuais e políticos de sustentação ao Segundo Império (1851-1870) de Napoleão III. Partindo dessas premissas, este trabalho se desenvolve por meio de dois grandes eixos: por um lado, a análise acerca da elaboração, na obra do autor, de uma utopia industrial de matriz saint-simoniana, desenvolvida, em grande medida, em sua abordagem a respeito dos Estados Unidos; por outro, a discussão sobre a construção de uma dicotomia no Novo Mundo entre as regiões de colonização inglesa e espanhola, mobilizada, entre outras coisas, como forma de defender empreendimentos como a construção de um canal interoceânico na América Central e a intervenção francesa sobre o México no decênio de 1860. Em seus textos, ao afirmar divergências culturais e políticas entre os países protestantes anglo-saxões e católicos latinos na Europa e nas Américas, Michel Chevalier forneceu elementos para a formulação de perspectivas de longa duração nos discursos intelectuais e políticos dos dois lados do Atlântico e para a posterior enunciação, na década de 1850, do conceito de América Latina.
Título em inglês
Industrial utopias, imperial dreams: Michel Chevalier between Latins and Anglo-Saxons in Europe and in the Americas (1833-1863)
Palavras-chave em inglês
France
Identities
Imperial culture
Latin America
United States
Resumo em inglês
This research aims to discuss the interpretations formulated by the French engineer and economist Michel Chevalier (1806-1869) about the Americas between the 1830s and 1860s. Follower of Saint Simon's ideas during his youth, he traveled to the United States, Mexico and Cuba between 1833 and 1835. Back to France, he became professor at the Collège de France (1840) and one of the main intellectual and political figures supporting Napoleon III's Second Empire (1851-1870). This work is developed based on two main axes: first of all, the analysis of the elaboration of an "industrial utopia" during his travel to the United States; secondly, the discussion about the elaboration of a dichotomy between the regions of English and Spanish colonization in the New World. Michel Chevalier used this comparison to defend the construction of an interoceanic canal in Central America and the armed intervention of France in Mexico in the 1860s. In his writings, Michel Chevalier affirmed cultural and political differences between the Anglo-Saxon Protestants and the Latin American Catholics in Europe and the Americas. He provided elements for the formulation, in the 1850s, of the concept of Latin America.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-09-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.