• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Flávia Guia Carnevali
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Moraes, José Geraldo Vinci de (Presidente)
Eugênio, Marcos Francisco Napolitano de
Machado Neto, Carlos Gonçalves
Palmeira, Miguel Soares
Rago Filho, Antonio
Título em português
'Reconstituindo um dinossauro com alguns fragmentos de maxilar': escrevendo a história da música popular brasileira.
Palavras-chave em português
Historiografia
Memória
Música popular
Nacionalismo
Resumo em português
Este trabalho investigou a constituição de algumas narrativas sobre a música popular urbana elucidando o fluxo dinâmico do qual elas resultam, procurando (re)construir a história que as inventou, a partir da mediação de Mariza Lira, Eneida de Moraes e Ary Vasconcelos. Sediados nos órgãos de imprensa e outras mídias, eles se debruçaram sobre a música popular urbana, um objeto até então ignorado pela intelligentsia brasileira, construindo uma abordagem historiográfica específica sobre o tema. A historiografia construída por esses pesquisadores informais, de 1938 até início dos anos 1960, acabou definindo uma forma de escutar, ver e compreender a sociedade, a partir de um discurso muito próprio, em que a canção e a música popular tiveram papel central. Com o tempo formou-se uma narrativa documentada, explicativa e inovadora sobre a música popular que, posteriormente, acabou se oficializando por meio de instituições como o Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro (1965), a Funarte (1975) e a Associação dos Pesquisadores da Música Popular (1975). Contudo, o estudo desses autores, usados até hoje como fontes primárias para as pesquisas realizadas no âmbito acadêmico, é muito tímido. Ainda mais inexplorado é o discurso historiográfico produzido por eles. É neste sentido que esta investigação buscou compreender e analisar a produção intelectual mais perene, ou seja, bibliográfica, e também aquela publicada em jornais e revistas, de Mariza Lira, Eneida de Moraes e Ary Vasconcelos. A riqueza da investigação está no fato de que esses autores se voltaram ao estudo da música popular e construíram narrativas historiográficas por vias diferentes, seja através do folclorismo no caso de Mariza Lira; do sociologismo marxista em Eneida de Moraes; ou, ainda, pela reconstrução da história política e social, no caso de Ary Vasconcelos. Cada um à sua maneira buscou contribuir para a preservação da memória da música popular urbana e com a invenção de um passado glorioso.
Título em inglês
Rebuilding a dinosaur from a few jawbone pieces
Palavras-chave em inglês
Historiography
Memory
Nationalism
Popular music
Resumo em inglês
This work investigated the narratives about popular urban music, elucidating the dynamic flux from which they result, trying to (re)construct the history that invented them, through the mediation of Mariza Lira, Eneida de Moraes and Ary Vasconcelos. Working in the press and other media, they dwelt upon urban popular music, until then a subject ignored by Brazilian intelligentsia, building a historiographical approach about the theme. The historiography built by these informal researchers, from 1938 until the 1960s, came to define a way of listening, seeing and understanding society, based on a very specific discourse, in which popular music and song had a major role. With time a documented, explicative and innovative narrative was produced that, later, became official by means of institutions like the Rio de Janeiro Museu da Imagem e do Som [Image and Sound Museum] (1965), Funarte (1975) and the Associação dos Pesquisadores da Música Popular [Popular Music Researchers Association] (1975). Nevertheless, the work of theses authors, still used as primary sources for researches done in the academic environment, is very shy. Even less explored is the historiographical discourse they produced. It is in this sense that this investigation aimed at comprehending and analyzing the most perennial intellectual production, that is, the bibliographical material, plus what was published in newspapers and magazines by Mariza Lira, Eneida de Moraes and Ary Vasconcelos. The richness of this investigation is in the fact that these authors turned to the study of popular music and built historiographical narratives following different paths, be it Folklore Studies in Mariza Lira's case; Marxist Sociology in Eneida de Moraes; or, yet, through social and political historical reconstruction, in the case of Ary de Vasconcelos. Each one, in his or her way, tried to contribute to the preservation of urban popular musics memory and the invention of a glorious past.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-04-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.