• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Beatriz Nogueira de Sousa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Nogueira, Carlos Roberto Figueiredo (Presidente)
Miranda, Bruno Soares
Oliveira, Terezinha
Veiga, Marcos Antonio Lopes
Título em português
Entre doçura da alma e a corrupção da carne: as representações da morte na Dinastia de Avis (Portugal - Século XV)
Palavras-chave em português
Dinastia de Avis
História medieval
Portugal
Representações da morte
Resumo em português
A Dinastia de Avis organizou, desde seus primórdios, um discurso legitimador baseado na ideia de família exemplar, essencial para assegurar o direito de sua linhagem ao trono. Este discurso foi baseado em uma série de suportes, como obras moralizantes e narrativas cronísticas. Nossa pesquisa volta-se para as representações da morte. Os estudos sobre a morte no período medieval geralmente se restrigem a uma abordagem meramente religiosa, voltada apenas para a salvação da alma. Entretanto, verificamos que as práticas mortuárias das monarquias estão inseridas não só em uma perspectiva religiosa, mas também em uma lógica de poder e memória. Desse modo, investigamos nesse trabalho de que maneira a Dinastia de Avis, fruto do processo político oriundo da crise sucessória de 1383, mobiliza um Ideário Fúnebre em prol da perpetuação de sua memória, enquanto mecanismo de legitimação dinástica. Para isso, analisamos os testamentos, cerimoniais fúnebres descritos nas crônicas oficiais e outros documentos, referentes aos reis D. João I, D. Duarte, D. Afonso V e D. João II, como, por exemplo, o Leal Conselheiro e o Esquema de sermão feito por D. Duarte para pregação nas exéquias de seu pai. Por intermédio de uma análise comparativa, confirmamos nossa hipótese de que há o planejamento de um Ideário Fúnebre pelos quatro primeiros reis da dinastia, por meio da organização de uma memória litúrgica mortuária.
Título em inglês
Between the sweetness of the soul and the corruption of the flesh: the representations of death in the Avis Dynasty (Portugal Século XV)
Palavras-chave em inglês
Avis Dynasty
Medieval history
Portugal
Representations of death
Resumo em inglês
The Avis Dynasty organized, from its earliest days, a legitimizing discourse based on the idea of exemplary family, essential to secure the right to the throne of its lineage. This discourse was based on a series of supports, such as moralizing books and chronicle narratives. Our research studies the representations of death. Studies of death in the medieval period generally restrict themselves to a purely religious approach, aimed only at the salvation of the soul. However, we realize that the mortuary practices of monarchies are inserted not only in a religious perspective, but also in a logic of power and memory. Therefore, we investigate in this research how the Avis Dynasty, fruit of the political process originated by the crisis of succession of 1383, mobilizes a set of ideal preparations for death for the perpetuation of its memory, as mechanism of dynastic legitimation. For this reason, we analyze the testaments, funeral ceremonials described in the official chronicles and other documents, such as the Loyal Counselor and the Sermon Scheme that D. Duarte wrote for preaching in the requiem masses of his father, referring to the kings D. João I, D. Duarte, D. Afonso V and D. João II. Through a comparative analysis, we confirm our hypothesis that there is a planning of a set of ideal preparations for death by the four first kings of the dynasty, through the organization of a mortuary liturgical memory.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-09-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.