• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Guilherme Cardoso de Sá
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Souza, Carlos Bauer de (Presidente)
Carvalho, João do Prado Ferraz de
Secco, Lincoln Ferreira
Souza, Aparecida Neri de
Título em português
Proletarização, precarização e empresariamento na Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (1995-2015): o neoliberalismo forjando a crise da República e a privatização do Estado
Palavras-chave em português
Empresariamento
Neoliberalismo
Política educacional
Precarização
Proletarização
Resumo em português
Esta pesquisa tem por objetivo analisar as condições de proletarização e precarização dos trabalhadores da educação a partir da dinâmica do orçamento da secretaria de Educação do Estado de São Paulo e as relações desta com a implementação das políticas educacionais neoliberais, propostas por um conjunto de governos oriundos do mesmo partido político (PSDB - Partido da Social Democracia Brasileira), com um alinhamento substancial no que tange ao papel do Estado e sua racionalização a partir dos anos de 1990. Parte-se de dois conceitos fundamentais na análise da sociologia do trabalho, proletarização e precarização, comumente tomados como sinônimos. Sobremaneira, definem-se para representarem elementos distintos no cotidiano do professorado paulista. Essa distinção foi necessária para se compreender um elemento que esta pesquisa tomou como central em um projeto neoliberal: o controle do projeto educacional. Sendo assim, proletarizar abarca as condições do processo entre a subsunção formal e real dos professores, na medida em que o capital avança na construção de um neosujeito. Não há espaço para o pensamento crítico e para a liberdade de cátedra no projeto neoliberal. A contradição entre o crescimento real do orçamento da educação e a redução constante nos salários iniciais e um plano de carreira construído para ser galgado, submetendo-se aos conteúdos, métodos e resultados que a secretaria impunha, somados a uma política de bonificação e verticalização das relações internas, nortearam esta pequena contribuição à compreensão do Estado neoliberal.
Título em inglês
Proletarianization, precarization and empresariamento of the State of São Paulo's Education Secretariat (1995-2015): neoliberalism forging the crisis of the Republic and privatization of the State
Palavras-chave em inglês
Educational policy
Empresariamento
Neoliberalism
Precariousness
Proletarianization
Resumo em inglês
This article has for objective to analyze the conditions of proletarianization and precariousness of education workers, based on the budget dynamics of the State of São Paulo Department of Education and its relations with the implementation of neoliberal educational policies proposed by a set of governments of the same political party (PSDB), with a substantial alignment regarding the role of the State and its "rationalization" from the 1990s. It is based on two fundamental concepts in the analysis of the sociology of labor, proletarianization and precarization, commonly taken as synonyms. Rather, they are defined to represent distinct elements in the everyday life of the São Paulo teacher. This distinction was necessary to understand an element that this research took as the central element in a neoliberal project: the control of the educational project. Thus, proletarianism encompasses the conditions of the process between the formal and real subsumption of teachers, as capital advances in the construction of a neosuject. There is no room for critical thinking and academic freedom in the neoliberal project. The contradiction between the real growth of the education budget and the constant reduction in the initial salaries and a career plan built to be submitted, submitting to the contents, methods and results that the secretariat required, together with a policy of bonus and verticalization of the internal relations, guided this small contribution to the understanding of the neoliberal State.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-08-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.