• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2013.tde-27092013-121618
Documento
Autor
Nome completo
Bruno Hofig
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Grespan, Jorge Luis da Silva (Presidente)
Arantes, Paulo Eduardo
Prado, Eleuterio Fernando da Silva
Título em português
Necessidade e acaso na história do capital: o caso do capital acionário
Palavras-chave em português
Capital acionário
Crítica da economia política
Dialética
Teoria da história
Teoria do valor
Resumo em português
Incapaz de tematizar a conexão interna do valor com as diversas formas sociais que constituem o modo de produção capitalista, a Economia Política não consegue desvendar as tendências imanentes deste modo peculiar de organização da vida material da sociedade, o que a impede de interpretar de maneira consistente o devir histórico da economia capitalista como um todo, bem como o de suas formas particulares consideradas individualmente. Neste trabalho, veremos que tal deficiência fica particularmente clara nas considerações dos economistas sobre o capital acionário (parte I). Marx, ao se propor desenvolver logicamente as formas através das quais a lei do valor pode se impor sobre o metabolismo social, supera a unilateralidade da Economia Política (parte II). No entanto, ele não esclarece exatamente como deve ser pensada a relação entre o desenvolvimento lógico-sistemático das formas da economia burguesa e o devir histórico dessas formas propriamente dito. Por isso, após deduzir a forma-valor capital acionário, proporemos, com base nas semelhanças entre o conceito marxiano de capital e o sujeito absoluto apresentado por Hegel, uma interpretação da história do capital acionário inspirada na filosofia hegeliana da história (parte III). Finalmente, depois de constatar que, apesar de sua proficuidade, a interpretação em moldes hegelianos da história do capital acionário não é plenamente consistente, tentaremos evidenciar a incompatibilidade entre o Espírito Absoluto hegeliano e o conceito marxiano de capital, o que nos permitirá empreender uma interpretação das transformações recentes do capital acionário inspirada na Crítica da Economia Política (parte IV).
Título em inglês
Necessity and contingence in capital's history: the case of share capital
Palavras-chave em inglês
Critique of political economy
Dialectic
Share capital
Theories of history
Value theory
Resumo em inglês
Incapable of conceiving the unity of the value-form with the other forms of the capitalist mode of production, Political Economy cannot reveal the internal tendencies of the capitalist economy as such. Consequently, it cannot understand the historical developments of this kind of economic organization. This incapability gets particularly clear when one examines economic theories on share capital. Through the logical development of the forms of value, Marx overcame such limits of Political Economy. What he did not clarify however was how one should conceive the relation between the logical development of the forms of value and the historical development of capital as such. Based on the similarities between Marx's concept of capital and Hegel's concept of Absolute Spirit, we will test the hypothesis that the latest transformations of share capital can be understood as a result of its increasing conformation to its concept. We shall see that although it can help us understanding some features of these transformations, a hegelian interpretation of it is not fully consistent. That is why, after revealing the most important differences between the hegelian concept of absolute spirit and the marxian concept of capital, we shall try to comprehend how exactly the Critique of Political Economy can help us understanding historical changes in the capitalist mode of production, and particularly the latest historical developments of share capital.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-09-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.