• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.8.2019.tde-10072020-142044
Documento
Autor
Nome completo
Rafael da Silva Coelho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Ricupero, Rodrigo Monteferrante (Presidente)
Ferlini, Vera Lucia Amaral
Krause, Thiago Nascimento
Sousa, Avanete Pereira
Título em português
A Bahia em suas negociações com a metrópole: tributação, dinheiro e açúcar na segunda metade do séc. XVII
Palavras-chave em português
Açúcar
Câmara municipal
Exploração colonial
Mercantilismo
Moeda
Negociação
Tributação
Resumo em português
Neste estudo, o tema da negociação é apresentado na perspectiva do sistema colonial do mercantilismo o Antigo Sistema Colonial. Foram discutidos processos de negociação entre a Câmara municipal da cidade do Salvador, a mais importante praça comercial do Atlântico Sul na segunda metade do século XVII, e a coroa portuguesa, o centro de comando de uma metrópole que, mesmo passando por profundas dificuldades, mantinha um dos maiores impérios coloniais da Época Moderna. Três temas econômicos se destacam no estudo das cartas enviadas da colônia para a metrópole: o peso da tributação, o problema monetário e o declínio do negócio do açúcar. Esta correspondência apresentava, principalmente, as demandas dos senhores de engenho e o modo como esta elite assimilou as políticas mercantilistas metropolitanas. Privilegiou-se, portanto, o ponto de vista da colônia na negociação de suas reinvindicações. Nos momentos de declínio do comércio de açúcar, quando os impostos pareciam mais pesados, as dívidas dos proprietários de engenho cresciam e a evasão monetária para a metrópole se mostrava mais crítica, as negociações ficavam mais tensas, justamente quando o fluxo de riqueza para a metrópole era menor. Ocorrida no final da década de 1680 e início da década seguinte, a crise da economia açucareira na Bahia permite um estudo das manifestações da elite colonial acerca de suas relações com a metrópole em um contexto especialmente complexo.
Título em inglês
Bahian in its negotiations with the metropolis: taxation, money and sugar in the second half of the seventeenth century
Palavras-chave em inglês
Colonial exploitation
Mercantilism
Money
Municipal council
Negotiation
Sugar
Taxation
Resumo em inglês
In this study, the subject of negotiation is presented from the perspective of the colonial system of mercantilism - the Old Colonial System. Negotiations were discussed between the Salvador Municipal Council, the most important commercial city in the South Atlantic in the second half of the 17th century, and the Portuguese crown, the command center of a metropolis that, despite its deep difficulties, maintained one of the largest colonial empires of the modern era. Three economic issues stand out during the study of letters sent from the colony to the metropolis: the weight of taxation, the monetary problem, and thedecline of the sugar business. These letters mainly presented the demands of the planters and the way this elite assimilated the metropolitan mercantilist policies. Therefore, the colony's point of view was privileged in the negotiation of its claims. In times of declining sugar trade, when taxes seemed heavier, plantation owners' debts grew and money evasion for the metropolis became more critical, negotiations became more tense, just when the flow of wealth to the metropolis was smaller. The sugar economy crisis in Bahia, which took place in the late 1680s and early 1690s, allows a study of the manifestations of the colonial elite about their relations with the metropolis in a particularly complex context.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-07-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.