• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.8.2020.tde-20042021-153449
Documento
Autor
Nome completo
Isabella Maria Beil
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Cruz, Rita de Cassia Ariza da (Presidente)
Melo, José Patricio Pereira
Paes, Maria Tereza Duarte
Scifoni, Simone
Título em português
Patrimônio, turismo e desenvolvimento sustentável: uma análise crítica sobre a criação de geoparques no Brasil
Palavras-chave em português
Desenvolvimento sustentável
Geoparques
Patrimônio
Turismo
Resumo em português
Conforme a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), um geoparque é uma área geográfica unificada na qual sítios e paisagens de relevância geológica internacional são gestados por meio de um conceito holístico de proteção, educação e desenvolvimento sustentável. De acordo com as diretrizes da UNESCO, um geoparque deve ser capaz de articular o patrimônio geológico com outros elementos da área, naturais e culturais, e mobilizar o turismo como principal atividade econômica a ser desenvolvida. Ao serem englobados pelo Programa Internacional de Geociências e Geoparques (IGGP), foi criado o título Geoparque Global da UNESCO (UGGp) para todas as áreas integrantes à rede. No Brasil, o único UGGp é o Geopark Araripe, no Ceará. No entanto, há outras 29 áreas reconhecidas pelo potencial de se tornarem um geoparque, sistematizadas através do Projeto Geoparques, da Companhia de Pesquisas de Recursos Minerais (CPRM). A espacialidade dessas propostas revela um aspecto interessante, uma vez que a maior parte delas se concentra entre o Nordeste, Sudeste e Sul do país. Essa dissertação tem como objetivo geral analisar criticamente a criação de propostas de geoparques no Brasil, buscando identificar e compreender as forças e atores sociais, políticos e econômicos envolvidos no processo. Tem-se, também, como objetivo geral apreender as lógicas espaciais atinentes à geografia desigual por trás dessas propostas. Para fundamentar o caminho analítico foi selecionada a tríade teórico-conceitual patrimônio-turismo-desenvolvimento sustentável, tida como agregadora dos principais conceitos e paradigmas que constituem a base do entendimento do que é um geoparque. As propostas de geoparques foram analisadas com base no material "Geoparques do Brasil: propostas", organizado pela CPRM e por meio de questionários direcionados aos principais envolvidos com cada uma. Complementando a investigação, o Geopark Araripe foi selecionado como estudo de caso. Evidenciou-se que, levando em consideração a espacialidade das atividades turísticas e dos bens tombados no Brasil, as propostas de geoparques seguem o mesmo padrão e espelham o desenvolvimento geográfico desigual brasileiro. Revelou-se ainda uma correlação acentuada entre o turismo e o desenvolvimento sustentável como causa e consequência entre os discursos dos principais envolvidos com as respectivas propostas. Esse fato evidencia a força do paradigma global de planejamento territorial definido pela triangulação proteção do patrimônio, turismo e desenvolvimento sustentável.
Título em inglês
Heritage, tourism and sustainable development: a critical analysis on the creation of geoparks in Brazil
Palavras-chave em inglês
Geopark
Heritage
Sustainable development
Tourism
Resumo em inglês
According to the United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization (UNESCO), a geopark is a unified geographical area in which sites and landscapes of international geological relevance are managed through a holistic concept of protection, education and sustainable development. According to UNESCO guidelines, a geopark must be able to articulate the geological heritage with other natural and cultural elements of the area, and mobilize tourism as the main economic activity to be developed. When included in the International Geosciences and Geoparks Programme (IGGP), the title UNESCO Global Geopark (UGGp) was created for all areas that are part of the network. In Brazil the only UGGp is the Araripe Geopark, in Ceará. However, there are 29 other areas recognized for the potential to become a geopark systematized through the "Geoparks Project" of Geological Survey of Brazil (CPRM). The spatiality of these proposals reveals an interesting aspect, since most of them are concentrated between the regions Northeast, Southeast and South of the country. This dissertation has the general objective of critically analyzing the creation of proposals of geoparks in Brazil, seeking to identify and understand the social, political and economic forces, and actors involved in the process. It still stand out as a general objective to apprehend the spatial logic related to the uneven geography produced by theses proposals. To support the analytical path, we choose the theoretical-conceptual triad heritage-tourism-sustainable development, considered as an aggregator of the mains concepts and paradigms that form the basis for understanding what a geopark is. The geoparks proposals were analyzed based on the material "Geoparks of Brazil: proposals", organized by CPRM, and through questionnaires directed to the main people involved with each one. Complementing the investigation, Geopark Araripe was selected as a case study. It was evident that, taking into account the spatiality of tourist activities and protected goods listed in Brazil, the proposals of geoparks follow the same pattern and, to a certain extent, reinforce Brazilian uneven development. It also revealed a marked correlation between tourism and sustainable development as a cause and a consequence between the speeches of the main parties involved with the respective proposals. This fact highlights the strength of the global territorial planning paradigm defined by the triangulation of heritage protection, tourism and sustainable development.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-04-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.