• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.8.2019.tde-19012021-195253
Documento
Autor
Nome completo
Ivan Lazzari Mendes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Ariovaldo Umbelino de (Presidente)
Bombardi, Larissa Mies
Feliciano, Carlos Alberto
Souza, José Gilberto de
Título em português
O campesinato frente à territorialização dos monopólios: o caso do assentamento Aurora em Descalvado/SP
Palavras-chave em português
Assentamento Aurora
Capitalismo
Monopólio territorial canavieiro
Recriação do campesinato
Reforma agrária
Resumo em português
Esta dissertação de mestrado estuda a possibilidade de recriação do campesinato no assentamento Aurora, situado no município de Descalvado, Estado de São Paulo. O objetivo foi investigar como esses assentados vivem e se subordinam aos ditames do capital. Noutras palavras, como sobrevivem, estabelecendo, ao mesmo tempo, relações contraditórias e combinadas com o modo de produção capitalista, numa região canavieira marcada pela industrialização da agricultura - entendido esse processo como o avanço do capitalismo no campo brasileiro. O universo do estudo abrangeu 83 famílias de assentados, que lutam para se manter na terra conquistada. A metodologia utilizada foi o estudo de caso, sendo que as entrevistas foram informais e realizadas ao longo de mais de três anos, entre os primórdios de 2016 e meados de 2019. Em específico, os sujeitos da pesquisa são os membros de 48 famílias, moradores do assentamento Aurora. No contexto do assentamento Aurora, identificaram-se cinco grupos distintos de assentados, classificados segundo suas condições materiais (técnicas), financeiras e culturais. Entretanto, constatamos que, independentemente da qualidade dessas condições, esses assentados, diante de tantas adversidades e vicissitudes, lutam sem descanso para permanecer na terra recém-conquistada, restabelecendo o campesinato. Estejam eles em situação regular ou não perante os critérios do INCRA, a grande maioria se encontra em processo avançado de fixação na terra. Portanto, conclui-se que apesar dos grandes desafios que se lhes apresentam, os assentados, sujeitos desta pesquisa, estão se reestruturando para se manter através da produção agrária focada no trabalho familiar. Mesmo que lentamente, estão expandindo seus cultivos e rebanhos, na busca incessante pela sua reprodução, conquanto classe social específica do modo capitalista de produção.
Título em inglês
The peasantry against the territorialization of the monopolies: the Aurore settlement case in Descalvado/SP
Palavras-chave em inglês
Aurora settlement
Capitalism
Land reform
Peasantry re-creation
Sugarcane monopoly territorial
Resumo em inglês
This dissertation studies the possibility of re-creation of the peasantry in the Aurora settlement, located in the Descalvado municipality, in the São Paulo State. The objective was to investigate how these settlers live and are subordinated to the dictates of capital. In other words, how do they survive, while establishing contradictory and combined relations with the capitalist mode of production, in a sugarcane region marked by the industrialization of agriculture - understood as the advance of capitalism in the field of the Brazil. The universe of the study covered 83 seated families. The methodology used was the case study, and the interviews were informal and carried out over more than three years, between the beginning of 2016 and the middle of 2019. Specifically, the subjects of the research are the members of 48 families of the Aurora settlement. In the context of the Aurora settlement, five distinct groups of settlers were identified, classified according to their material (technical), financial and cultural conditions. However, we find that, regardless of the quality of these conditions, these settlers, in the face of so many adversities and vicissitudes, struggle relentlessly to remain in the newly conquered land, reestablishing the peasantry. Whether they are in a regular situation or not in accordance with the criteria of the INCRA, the great majority is in advanced process of fixation in the earth. Therefore, it is concluded that in spite of the great challenges presented to them, the settlers, subjects of this research, are being restructured to maintain themselves through the agricultural production focused on the family work. Even though slowly, they are expanding their crops and herds, in the incessant search for their reproduction, although specific social class of the capitalist mode of production.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-01-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.