• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Renan Coradine Meireles
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Carlos, Ana Fani Alessandri (Presidente)
Padua, Rafael Faleiros de
Pintaudi, Silvana Maria
Prieto, Gustavo Francisco Teixeira
Título em português
Transformações urbanas no Largo da Batata: os novos conteúdos da centralidade
Palavras-chave em português
Centralidade
Largo da Batata
Manifestações
Produção do espaço
Reconversão urbana
Resumo em português
Esta dissertação tem como objetivo central a análise das transformações do espaço urbana metropolitano a partir do estudo de um fragmento de São Paulo, o Largo da Batata, no bairro de Pinheiros. Entende-se que, por ter passado por intensas transformações socioespaciais, encaminhadas na relação entre o Estado e o Setor Privado, o lugar possa apontar para as transformações mais amplas do capitalismo, principalmente no período atual, em que a reprodução do capital passa, inequivocamente, pela reprodução do espaço. Este fragmento, constituído como centralidade comercial, na mobilidade e na vida cotidiana ao longo do século XX, foi inserido na Operação Urbana Faria Lima, a partir da reconversão urbana do Largo da Batata. Desde 2001, quando foi lançado o edital para o Projeto, até 2013, quando as principais obras foram finalizadas o Largo foi transformado em um imenso canteiro de obras: desapropriações, mudanças viárias, construção das estações do metrô e a metamorfose do próprio espaço do Largo da Batata, tornado uma explanada. Estas transformações, encaminhadas pelo Estado interferiram profundamente na dinâmica de todo o entorno, com destaque para o aumento significativo da verticalização trazida pela expansão imobiliário-financeira, o que gerou uma valorização que, em menos de uma década, mudou o padrão do comércio e o perfil dos moradores do lugar. O comércio popular, característico das últimas décadas do século XX, foi trocado por atividades do setor terciário superior, apesar de algumas permanências. O uso residencial, transformado por edifícios de alto padrão, trouxe para o entorno uma população de maior renda. Com isso, houve um aumento significativo de restaurantes, comércios em geral e serviços voltados a esta população. Observa-se um processo de homogeneização e fragmentação deste espaço que, com sua centralidade voltada aos setores mais modernos da economia, alcança outro patamar na hierarquia dos lugares na metrópole. Desde que as obras iniciaram, coletivos e movimentos questionam as imposições da Prefeitura e o avanço do mercado imobiliário. Estes coletivos, em geral, são responsáveis por atuar no Largo como incentivadores e viabilizadores de uma série de atividades políticas, culturais, artísticas e esportivas que visam o uso e a apropriação do espaço público. Nesse sentido, o Largo torna-se também, sobretudo a partir de 2013, um lugar privilegiado nas manifestações políticas na metrópole de São Paulo, indicando que de fato o lugar ganhou centralidade na escala metropolitana e, mesmo com ação direta das forças homogeneizantes, o espaço é usado e apropriado de forma a apontar seu caráter público.
Título em inglês
Urban transformations in Largo da Batata: the new contentes of centrality
Palavras-chave em inglês
Centrality
Largo da Batata
Manifestations
Space production
Urban reconversion
Resumo em inglês
This dissertation has as main objective the analysis of the transformations of the metropolitan urban space from the study of a fragment of São Paulo, Largo da Batata, in the district of Pinheiros. It is understood that, because it has undergone intense socio-spatial transformations, rooted in the relationship between the State and the Private Sector, the place may point to the broader transformations of capitalism, especially in the present period, when the reproduction of capital unequivocally, by the reproduction of space. This fragment, constituted as a commercial center, in mobility and in daily life throughout the 20th century, was inserted in Operation Faria Lima Urban, from the urban reconversion of the Largo da Batata. Since 2001, when the project was published, until 2013, when the main works were completed, Largo was transformed into an immense construction site: expropriations, road changes, construction of subway stations and the metamorphosis of Largo da Batata's own space, made an esplanade. These transformations, driven by the State, deeply interfered in the dynamics of the whole environment, with emphasis on the significant increase in verticalization brought by the real estate-financial expansion, which generated a valuation that, in less than a decade, changed the pattern of commerce and the profile of the locals. Popular trade, characteristic of the last decades of the twentieth century, was replaced by activities of the higher tertiary sector, despite some permanence. The residential use, transformed by buildings of high standard, brought to the surroundings a population of greater income. With this, there was a significant increase of restaurants, commerce in general and services directed to this population. It is observed a process of homogenization and fragmentation of this space that, with its centrality directed to the most modern sectors of the economy, reaches another level in the hierarchy of places in the metropolis. These processes, however, did not occur continuously and without embargos. Since the works began, collectives and movements question the impositions of the City Hall and the advance of the real estate market. These collectives, in general, are responsible for acting in the Largo as incentive and enablers of a series of political, cultural, artistic and sports activities that aim at the use and appropriation of the public space. In this sense, the Largo also becomes, especially from 2013, a privileged place in the political manifestations in the metropolis of São Paulo, indicating that in fact the place has gained centrality in the metropolitan scale and, even with direct action of the homogenizing forces, the space is used and appropriate in order to point out its public character.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-09-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.