• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2009.tde-04022010-151528
Documento
Autor
Nome completo
Eduardo Baider Stefani
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Suzuki, Julio Cesar (Presidente)
Scarlato, Francisco Capuano
Vitte, Claudete de Castro Silva
Título em português
A geografia dos cinemas no lazer paulistano contemporâneo: redes e territorialidades dos cinemas de arte e 'multiplex'
Palavras-chave em português
Lazer e cotidiano urbanos
Município de São Paulo
Redes de empresas
Salas de cinema
Territorialidades
Resumo em português
O trabalho ora apresentado constrói uma interpretação da geografia das salas de cinema contemporâneas do município de São Paulo. Desde seu estabelecimento enquanto equipamento de lazer e cultura, o cinema desempenhou fundamental papel na produção e reprodução do espaço urbano paulistano, engendrando, em diferentes momentos, distintos significados sociais e diversas formas de sociabilidades. Em anos recentes, especialmente no decorrer das décadas de 1990 e 2000, o mercado exibidor cinematográfico paulistano foi modelado por pelo menos dois equipamentos, deveras distintos entre si: os cinemas multiplex, comumente localizado em shopping-centers, pertencentes a grandes redes empresariais, e os cinemas voltados para uma programação alternativa ou de arte, via de regra instalados em vias públicas ou em galerias, fomentando uma apropriação do espaço que podemos alcunhar de territorialidade. Considerando tal constructo social, o objetivo primordial foi analisar o significado das salas de cinema, as ações e apropriações desenvolvidas por seus freqüentadores, na e para a (re)produção do espaço urbano paulistano a partir da década de 1990, elaborando, para tanto, uma compreensão teórico-conceitual embasada nas concepções de redes geográficas e nas territorialidades decorrentes de apropriações espaciais.. A proposta epistemológica foi criar um amalgama complexo, que não mitigasse nem a relevância dos fatores culturais, interpretativos e apropriativos, causa e conseqüência dos cinemas, tampouco desconsiderasse a estruturação e as motivações econômicas dos agentes que coordenam a organização destes equipamentos. Crê-se, nesse sentido, que o trabalho, apresentando e refletindo acerca de um dos mais importantes elementos de lazer e cultura existentes no município de São Paulo, possa subsidiar uma crítica densificada de fenômenos e processos responsáveis, em grande medida, pela produção do espaço urbano contemporâneo e seus significados sociais.
Título em inglês
The geography of cinemas in contemporary leisure of municipal district of São Paulo: networks and territorialities of art cinemas and multiplex
Palavras-chave em inglês
Movie theaters
Municipal district of São Paulo
Net of companies
Territorialitys
Urban sociabilities e leisures
Resumo em inglês
The work for now presented builds an interpretation of the geography of the contemporary movie theaters of the municipal district of São Paulo. From the establishment of the movie theaters while leisure equipment and culture, this element played fundamental part in the production and reproduction of the São Paulo urban space, engendering, in different moments, different social meanings and several forms of sociabilities. In recent years, especially in elapsing of the decades of 1990 and 2000, the market cinematographic from São Paulo exhibitor was modeled for at least two equipments, really different amongst themselves: the multiplex movie theaters, commonly located in shopping centers, belonging to great business nets, and the movie theaters especialized in alternative programming or of art, rule installed in public roads or in galleries, fomenting an appropriation of the space that we can name of territoriality. Considering such a social product, the primordial objective went to analyze the meaning of the movie theaters, the actions and appropriations developed by their visitors, in the and for the (re)production of the from São Paulo urban space starting from the decade of 1990, elaborating, for so much, a theoretical-conceptual understanding based in the conceptions of geographical nets and in the current territories and space appropriations. The theoretical proposal went to create one amalgamates complex, that it didn't mitigate nor the relevance of the factors cultural, interpretative and of appropriation, it causes and consequence of the movie theaters, either disrespected the structuring and the agents' economical motivations that coordinate the organization of these equipments. It is believed, in that sense, that the work, presenting and contemplating concerning one of the most important leisure elements and existent culture in the municipal district of São Paulo, it can subsidize a dense critic of phenomena and responsible processes, in great measure, for the production of the contemporary urban space and their social meanings.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-02-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.