• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Bruno Candido dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Arroyo, Maria Mónica (Presidente)
Contel, Fabio Betioli
Guasch, Carme Miralles
Huertas, Daniel Monteiro
Título em português
Divisão territorial do trabalho e transporte rodoviário interestadual de passageiros entre o interior sulista e a fronteira agrícola
Palavras-chave em português
Circulação de passageiros
Divisão territorial do trabalho
Integração nacional
Rede urbana
Transporte rodoviário
Resumo em português
O transporte rodoviário interestadual de passageiros no Brasil é uma atividade econômica dotada de função social porque é responsável por propiciar deslocamentos diários para dezenas de milhões de pessoas anualmente. Trata-se de uma expressão da divisão territorial do trabalho, pois elucida as interações entre diversos centros na rede urbana e entre variadas regiões, o que realça seu papel na integração territorial. No contexto da reestruturação produtiva ocorrida a partir da década de 1970 áreas nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste são integradas ao Centro-Sul do país configurando um mercado nacional unificado. O avanço da fronteira agrícola rumo ao Norte e ao Oeste cria novos usos do território em extensões até então pouco articuladas com o restante do país, como o norte matogrossense, o estado de Rondônia, o oeste baiano, o norte goiano, entre outras cada qual com suas particularidades, estas regiões se inserem com ritmos variados dentro do processo de expansão da agropecuária modernizada vinculada à produção de matérias-primas para o mercado externo. Tal processo modernizador demandou fluxos de migrantes advindos do Sul do Brasil, sobre os quais este trabalho se debruça, com destaque para as ligações rodoviárias interestaduais e inter-regionais com origem em centros da rede urbana do interior da região Sul, como Carazinho/RS e Cascavel/PR e se destinam aos novos polos regionais no Centro-Oeste, como Alta Floresta/MT e Sinop/MT bem como fora desta região: Barreiras/BA e Ji-Paraná/RO. O conjunto de ligações abarcado por esta pesquisa contempla trajetos com mais de 1.900 quilômetros de extensão formados por rotas inter-regionais que estão distantes da faixa costeira e tem como principais centros cidades como Brasília/DF, Campo Grande/MS, Cuiabá/MT e Goiânia/GO. Trata-se de uma circulação interiorizada pujante responsável pela manutenção de empresas de transporte interestadual de passageiros desde os primórdios das migrações rumo à fronteira agrícola, já que todas as companhias operantes atualmente são oriundas de centros locais e regionais sulistas. Para tanto a pesquisa delimitou eixos de circulação, com a finalidade de caracterizar a dinâmica dos fluxos para subsidiar a argumentação que sustenta a manutenção destas longas rotas pelo território nacional.
Título em inglês
Territorial division of labor and the interstate road transport of passengers between the southern interior and the agricultural frontier
Palavras-chave em inglês
Movement of passengers
National integration
Road transport
Territorial division of labor
Urban network
Resumo em inglês
The Interstate passenger road transport in Brazil is an economic activity endowed with social function because it is responsible for providing daily shifts to tens of millions of people annually. This is an expression of the territorial division of labor, since it elucidates the interactions between several centers in the urban network and between different regions, which emphasizes its role in territorial integration. In the context of the productive restructuring occurred since the 1970s areas in the Centro- Oeste, Norte e Nordeste regions are integrated to the Centro-Sul of country configuring a unified national market. The advance of the agricultural frontier towards the North and the West creates new uses of the territory in extensions that are not very articulated with the rest of the country, such as the north of Mato Grosso, the state of Rondônia, the west of Bahia, the north of Goiás - each one with its peculiarities, these regions are inserted with varied rates within the process of expansion of modernized agriculture and cattle raising linked to the production of raw materials for the external market. This modernization process demanded flows of migrants from the Sul of Brazil, on which this work focuses, with emphasis on interstate and inter-regional road connections originating in urban centers in the interior of the South region, such as Carazinho/RS and Cascavel/PR and are destined to the new regional centers in the Midwest, such as Alta Floresta/MT and Sinop/MT and outside this region: Barreiras/BA and Ji-Paraná/RO. The set of links covered for this research contemplates routes with more than 1,900 kilometers of extension formed by interregional routes that are distant of the coastal strip and has as main centers cities as Brasília/DF, Campo Grande/MS, Cuiabá/MT e Goiânia/GO. This is an internalized circulation that is responsible for the maintenance of interstate passenger transport companies since the beginning of migrations towards the agricultural frontier, since all operating companies are currently from southern local and regional centers. To this end, the research has delimited axes of circulation, with the purpose of characterizing the dynamics of flows to subsidize the argumentation that sustains the maintenance of these long routes throughout the national territory.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-10-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.