• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.8.2016.tde-02122016-131109
Documento
Autor
Nombre completo
Fabiano Leite da Silva
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2016
Director
Tribunal
Contel, Fabio Betioli (Presidente)
Alves, Vicente Eudes Lemos
Antas Junior, Ricardo Mendes
Título en portugués
Metrópole corporativa e fragmentada: a urbanização da Península do Ribeirão Cocaia - Grajaú em São Paulo
Palabras clave en portugués
Cantinho do Céu
Espoliação ambiental
Espoliação urbana
Grajaú
Mananciais
Ocupação Anchieta
Parque Linear
Parque Residencial Cocaia
Península do Ribeirão Cocaia
Urbanização
Resumen en portugués
O presente trabalho tem por objetivo discutir e problematizar a ocupação de uma área de manancial inserida na Zona Sul da cidade de São Paulo, a Península do Ribeirão Cocaia. Para a discussão desse processo, trabalhou-se com a relação entre diferentes escalas, associando processos mais gerais da metropolização da cidade de São Paulo e a constituição da metrópole corporativa e mostrando como isso refletiu de forma decisiva nesse importante lugar da cidade, que havia sido, em um determinado momento, concebido como um importante espaço estratégico de conservação dos recursos hídricos, mas que veio a se transformar em um espaço principalmente de moradia de trabalhadores de baixa renda. Em que pesem as transformações recentes com a melhoria de alguns bairros na Península do Ribeirão Cocaia, ainda existem áreas de grande precariedade nessa região. Dessa maneira, realizou-se um recorte espacial de três bairros que constituem a Península: o Grajaú, no período da instalação da Cohab Bororé, nos anos 1970; o Parque Residencial Cocaia, com base em loteamentos clandestinos nos anos 1980; e o Cantinho do Céu, com a intensificação da ocupação a partir dos anos 1990. Este trabalho problematiza a questão do uso e da ocupação de áreas de mananciais, refletindo como se deu esse processo e o que tem sido feito até agora, procurando chamar a atenção das autoridades e da população para esse fato tão preocupante.
Título en inglés
Fragmented And Corporate Metropolis: urbanization At The Ribeirão Cocaia-Grajaú Península - São Paulo
Palabras clave en inglés
Anchietas occupation
Cantinho do Céu
Environmental exploitation
Grajaú
Parque Linear
Parque residencial Cocaia
Península of Cocaias Stream
Spring
Urban exploitation
Urbanization
Resumen en inglés
This paper discuss the occupation of a watershed area that is inserted in the South Zone of São Paulo, Ribeirão Cocaia Peninsula. To discuss this process sought to work with the relation between different scales, relating more general process of expansion of the city of São Paulo, and the establishment of corporate metropolis and how it reflected in this important area of the city, which had been considered as an important strategic area of conservation of water resources and that turned into a mostly housing low-income workers. Despite the recent changes with the improvement of parts of some neighborhoods in Ribeirão Cocaia peninsula, there are still areas of great precariousness in this space of the city. In this way we tried to make a spatial area three districts that make up the Peninsula: The Grajaú, during the installation of Cohab Bororé in the 70s; the Cocaia Residential Park, based in illegal settlements in the 1980s, and the Corner of Heaven, where the occupancy gains strength in the 1990s. This paper discusses the question of the use and occupation of watershed areas, reflecting on how this process took place, and what has been done so far, trying to draw attention to this issue.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2016-12-02
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.