• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2009.tde-24112009-140652
Documento
Autor
Nome completo
Stelio Alessandro Marras
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Schwarcz, Lilia Katri Moritz (Presidente)
Almeida, Mauro William Barbosa de
Queiroz, Renato da Silva
Santos, Laymert Garcia dos
Vargas, Eduardo Viana
Título em português
Recintos e evolução: capítulos de antropologia da ciência e da modernidade
Palavras-chave em português
Antropologia da ciência
Darwin
Domesticação
Evolução
Práticas de laboratório
Recinto
Resumo em português
Esta tese procura articular a pesquisa etnográfica em laboratórios de biologia, genética e bioquímica na qual se destacam os recintos como ambientes de domesticação científica de agentes orgânicos ao pensamento da evolução, abordado pela leitura da obra de Charles Darwin, uma vez que a concepção sobre a variação e a conservação das formas orgânicas, nas expressões deste autor, revela-se fundamento das práticas daqueles laboratórios. O estudo aqui proposto busca contribuir para o debate em torno de uma antropologia da ciência e da modernidade, inspirando-se nos escritos Bruno Latour.
Título em inglês
Precincts and evolution: chapters on anthropology of science and modernity
Palavras-chave em inglês
Anthropology of science
Darwin
Domestication
Evolution
Laboratory practices
Precinct
Resumo em inglês
This dissertation proposes an articulation between ethnographical research in laboratories (biology, genetics and biochemistry) in which precincts as environments of scientifical domestication of organic agents stands out and evolutionary thought, considered through Charles Darwins works, insofar as the concept of «variation» and «conservation» of «organic forms», in his saying, stands as the fundament of those laboratories practices. This study aims to contribute to an anthropology of science and modernity, inspired by Bruno Latours writings.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
STELIO_MARRAS.pdf (3.99 Mbytes)
Data de Publicação
2009-12-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.