• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.8.2021.tde-08072021-195930
Documento
Autor
Nome completo
Bruna dos Santos Galicho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Silva, Laura Moutinho da (Presidente)
Klein, Charles Howard
Nascimento, Silvana de Souza
Rodrigues, Silvia Aguião
Título em português
Caminhos da diferença: corpo e cidade na circulação cotidiana das mulheres da periferia sul de São Paulo
Palavras-chave em português
Cidade
Gênero
Interseccionalidade
Mobilidade Urbana
Relações Raciais
Resumo em português
Esta dissertação tem como ponto de partida os itinerários cotidianos das mulheres que vivem na periferia sul de São Paulo. Meu objetivo é mostrar que a circulação cotidiana é fundamental para os processos de apropriação e do fazer cidade e para compreender as questões de mobilidade em si. Mais ainda, ela é estrutural para pensar a vida social e a produção de sujeitos, relações, diferenças e desigualdades. A partir do trabalho etnográfico, percorro junto às mulheres os caminhos da diferença. Eles são abertura para lugares, de afeto e pertencimento; de fazer a vida mas também de subalternidade; para sentimentos morais e para significados mais ou menos opacos de violência. Entrelaçando movimento, espaço, tempo e marcadores sociais da diferença, procuro compreender como os trânsitos das mulheres costuram tramas com outras esferas, como família, trabalho, saúde, maternidade, educação, afeto e expectativas para o futuro. Nesse percurso, tenho como hipótese que as inter-relações estabelecidas em meio à produção de diferenças e desigualdades produzem subjetividades e modos de os sujeitos experienciarem a cidade. Argumento que essas experiências constroem conhecimentos encarnados, percepções de distância e proximidade sobre o espaço físico e sobre as relações interpessoais.
Título em inglês
Paths of difference: the daily circulation of women from the southern periphery of São Paulo
Palavras-chave em inglês
City
Gender
Intersectionality
Race Relations
Urban Mobility
Resumo em inglês
This dissertation departs from the daily itineraries of women who live in the southern periphery of São Paulo. My objective is to show that the daily circulation is fundamental for the processes of appropriation and making of the city, as well as for the understanding of mobility issues. Furthermore, circulation is structural to thinking about social life and the production of subjects, relationships, differences and inequalities. Based on ethnographic work, I walk the paths of difference with women. They are an opening to places of affection and belonging; life making and subordination; for moral feelings and for the more or less opaque meanings of violence. Interweaving movement, space, time, and social markers of difference, I seek to understand how women's mobilities weave threads with other spheres, such as family, work, health, motherhood, education, affection and expectations for the future. Along this path, I have as a hypothesis that the interrelations established in the midst of the production of differences and inequalities produce subjectivities and ways for these women to experience the city. I argue that these experiences build embodied knowledge, perceptions of distance and proximity about both the physical space and interpersonal relationships.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-07-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.