• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2011.tde-29112011-094314
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Henrique Pissardo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Safatle, Vladimir Pinheiro (Presidente)
Musse, Ricardo
Silva, Eduardo Soares Neves
Título em português
Os pressupostos materialistas da crítica à razão cognitiva na Dialética do Esclarecimento
Palavras-chave em português
Adorno
Horkheimer
Materialismo
Psicanálise
Razão cognitiva
Resumo em português
Esta dissertação de mestrado tem por objetivo central fazer um estudo dos pressupostos materialistas da crítica à razão cognitiva na Dialética do Esclarecimento, de Theodor W. Adorno e Max Horkheimer. Nossa hipótese primeira é a de que, nesse trabalho, o caráter materialista da crítica à razão advenha, fundamentalmente, da confluência tensa de duas tradições teóricas maiores, a saber, daquilo que chamamos de tradição sociológico-materialista, por um lado, e da tradição psicanalítica freudiana, por outro. Por isso, a maior parte de nossos esforços voltou-se para o estudo dessas tradições. Por meio dele, pretendemos analisar o que se pode entender por materialismo no interior da experiência intelectual frankfurtiana e como nela crítica da sociedade é crítica do conhecimento, e vice-versa.
Título em inglês
The materialistic assumptions of the critique to cognitive reason in Dialectic of Enlightenment
Palavras-chave em inglês
Adorno
Cognitive reason
Horkheimer
Maialism
Psychoanalysis
Resumo em inglês
The main aim of this dissertation is to study the materialistic assumptions of the critique to cognitive reason in Dialectic of Enlightenment, from Theodor W. Adorno and Max Horkheimer. Our first hypothesis is that the materialistic character of the critique of reason in this work arises fundamentally from the confluence of two major theoretical traditions, namely, what we have called materialist-sociological tradition, on the one hand, and Freudian psychoanalysis tradition, on the other. Therefore, most of our efforts were focused on the study of these traditions. Through it, we want to analyze what can be understood by materialism within Frankfurt School's intellectual experience and how in it "critique of society is critique of knowledge, and vice versa".
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-11-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.