• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Celso Marques Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Ferraz, Marcus Sacrini Ayres (Presidente)
Brandão, Eduardo
Ferraz Neto, Bento Prado de Almeida
Neves, José Luiz Bastos
Título em português
O caminho cartesiano: a crítica de Heidegger à fenomenologia transcedental de Husserl
Palavras-chave em português
Analítica existencial
Descartes
Fenomenologia transcendental
Heidegger
Husserl
Resumo em português
Este trabalho pretende investigar as relações existentes entre as filosofias de Edmund Husserl e Martin Heidegger a partir do traço cartesiano identificado na fenomenologia. Seu objetivo primeiro consiste em reconstruir a descrição husserliana da etapa transcendental de sua filosofia e analisar sua relação com o pensamento de Descartes. Em seguida, a investigação se voltará à exposição da crítica que Heidegger dirige ao projeto fenomenológico em suas preleções de Marburg e buscará compreender de que modo a crítica mesma, mais uma vez permeada pelas teses cartesianas, apresenta um caminho para a constituição da ontologia fundamental, cuja forma maturada terá seu lugar em Ser e Tempo.
Título em inglês
Treading the cartesian path: Heidegger's criticism of Husserl's transcendental phenomenology
Palavras-chave em inglês
Descartes
Existential analytic
Heidegger
Husserl
Transcendental phenomenology
Resumo em inglês
Martin Heidegger's philosophies through the lenses of phenomenology and its Cartesian features. Revisiting Husserl's description of the transcendental stage of his philosophy and analyzing its connection with Descartes' thought is, thus, the main objective of this work. Thenceforth, we expose Heidegger's criticism over this phenomenological project, seen in his Marburg Lectures. His criticism is also suffused with the Cartesian theses, and therefore we attempt to understand how it may have laid the path to forging a fundamental ontology. An ontology whose mature configuration will then find its place in Being and Time.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-07-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.