• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Cibele Saraiva Kunz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Repa, Luiz Sergio (Presidente)
Fabbrini, Ricardo Nascimento
Kangussu, Imaculada Maria Guimarães
Melo, Rurion Soares
Título em português
Arte e utopia em Herbert Marcuse
Palavras-chave em português
Arte
Herbert Marcuse
Sensibilidade
Transformação social
Utopia
Resumo em português
Esta tese pretende acompanhar o desenvolvimento da relação entre arte e utopia na obra de Herbert Marcuse. Para tanto, é necessário entender como o autor desenvolve a relação entre sensibilidade e transformação social nos seus escritos estéticos-políticos. É igualmente importante dialogar com autores tradicionais e contemporâneos da filosofia, como Schiller, Mannheim, Bloch e o círculo da teoria crítica da qual Marcuse fez parte. Partindo da ideia de que Marcuse não trata o tema da utopia de forma homogênea em toda sua obra, mas que esta está sempre relacionada com o papel da arte de negação do status quo, e tendo como base a realidade histórica em que seus textos foram escritos, são discutidas as contribuições e limitações da teoria estética marcuseana para o debate filosófico contemporâneo e a possibilidade de denominá-la utópica. Marcuse, como crítico do Marxismo ortodoxo, retoma propostas debatidas por socialistas utópicos como Fourier e, assim como Bloch, é responsável por resgatar a importância da questão da sensibilidade no discurso socialista. Trazer o debate da sensibilidade para o discurso político é um dos grandes legados de Marcuse.
Título em inglês
Art and Utopia in Herbert Marcuse
Palavras-chave em inglês
Art
Herbert Marcuse
Sensibility
Social change
Utopia
Resumo em inglês
This thesis intends to follow the development of the relationship between art and utopia in the work of Herbert Marcuse. Therefore, it is necessary to understand how the author develops the relationship between sensibility and social change in his aesthetic-political writings. It is also important to dialogue with the traditional and contemporary authors of the philosophy, such as Schiller, Mannheim, Bloch and the circle of critical theory of which Marcuse was a part. Considering that Marcuse does not treat the theme of utopia in a consistent manner across his work, but that it is always related to the role of art of negating the status quo, and based on the historical context in which his texts were written, the contributions and limitations of the marcusean aesthetic theory to the contemporary philosophical debate are discussed, as well as the possibility of calling it utopian. Marcuse, as a critic of orthodox Marxism, revisits proposals debated by utopian socialists such as Fourier and, like Bloch, he is responsible for recovering the importance of the issue of sensibility in the socialist discourse. Bringing the debate of sensibility into the political discourse is one of Marcuse's great legacies.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-10-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.