• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Pedro Ferraracio Charbel
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Telles, Vera da Silva (Presidente)
Albuquerque, José Lindomar Coelho
Feldman-Bianco, Bela
Medeiros, Bianca Stella Pinheiro de Freire
Título em português
Mobilidades transnacionais e dinâmicas urbanas - alianças na precariedade
Palavras-chave em português
Cidade
Migração
Mobilidade transnacional
Moradia
Precariedade
Resumo em português
Esta pesquisa observa a relação entre migrantes transnacionais e dinâmicas urbanas na cidade de São Paulo, através de uma observação etnográfica participante e móvel, e da análise de trajetórias habitacionais de migrantes que passaram por diferentes tipos de ocupações de moradia. Desenvolvem-se as hipóteses de que migrantes, assim como não migrantes, são atores urbanos cuja relação com a cidade engendra agenciamentos, redes e alianças que resultam em diferentes formas de ação política transnacionalizada. A investigação demonstra que a presença migrante em ocupações é resultado de situações próprias da vida urbana, na qual há uma distribuição desigual da condição precária e deslocamentos cada vez maiores e mais frequentes de migrantes e não migrantes dentro e através das cidades. Nesse sentido, argumenta-se sobre a necessidade de se tomar a cidade como plano de referência para compreensão das mobilidades transnacionais de modo a observar, inclusive, os agenciamentos ao redor de categorias jurídico-políticas e identidades étnicas e nacionais. A pesquisa demonstra que a relação de migrantes com a cidade resulta em pontos de inflexão e entrecruzamentos nas trajetórias habitacionais dos atores, assim como em modificações no tecido social e nos próprios espaços - alguns deles funcionando como potentes conectores urbanos. Destaca-se que, nestes contextos, surgem conexões de interdependência e ações políticas que desafiam a condição precária e ao mesmo tempo colocam em xeque tanto a moral humanitária quanto a noção do migrante empreendedor de si mesmo. Nesse sentido, a investigação busca contribuir a uma compreensão mais heterogênea e menos excepcionalista da experiência migrante na cidade e aponta para a necessidade de uma agenda de pesquisa pós-nacional comprometida com a emergência de diferentes tipos de movimentos de resistência transnacionalizados.
Título em inglês
Transnational mobilities and urban dynamics: alliances within precarity
Palavras-chave em inglês
City
Housing
Migration
Precarity
Transnational mobility
Resumo em inglês
This research observes the relationship between transnational migrants and urban dynamics in the city of São Paulo, through a participant and movel ethnographic observation, and the analysis of migrants' housing pathways that crossed ocupações (squats). The hypothesis developed are that that migrants, as well as non-migrants, are urban actors whose relaonship with the city engenders agency, networks and alliances that result in different forms of transnational political action. The research shows that the migrant presence in ocupações is a result of urban life situations, in which there is an uneven distribution of precarity and increasing and more frequent displacements of migrants and non migrants within and through cities. In this sense, this work argues about the need to consider the city as the plane of reference for a proper understanding of transnational mobilities, which even allows the observance of the agencies around juridical-political categories and ethnic and national identities. This research shows that the relationship of migrants with the city results in inflection points and intersections in the housing pathways of the actors, as well as in changes in the social fabric and in the spaces themselves - some of them functioning as powerful urban connectors. It is noteworthy that, in these contexts, there are connections of interdependence and political actions that challenge the precarious condition and at the same time put in question both the humanitarian morality and the notion of the entrepreneurial migrant. In this sense, the research seeks to contribute to a more heterogeneous and less exceptionalist understanding of the migrant experience in the city, and it points to the need for a post-national research agenda that is committed to the emergence of different types of transnationalized resistance movements.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-09-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.