• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2014.tde-01122014-163005
Documento
Autor
Nome completo
Jaime Santos Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Guimaraes, Nadya Araujo (Presidente)
Braga Neto, Ruy Gomes
Lopes, Jose Sergio Leite
Menezes, Marilda Aparecida de
Silva, Maria Aparecida de Moraes
Título em português
Na trama das identidades: vida e trabalho no corte de cana em Sergipe
Palavras-chave em português
Identidades
Reflexividade
Sergipe
Setor sucroalcooleiro
Trabalho
Resumo em português
Esta tese tem como objetivo principal analisar o modo como se erigem as identidades entre trabalhadores cortadores de cana-de-açúcar, cuja atividade apresenta dois traços distintivos, a saber: a sazonalidade do vínculo empregatício e a ocorrência das migrações. Ao fixar o interesse analítico no tema dos elos entre a experiência do trabalho e os processos de construção identitária, procura-se trazer a lume a trama de ações que envolve o exercício da reflexividade em face dos constrangimentos da estrutura. Importa, nesse sentido, sublinhar não apenas às condições de trabalho que o tornam precário, mas recuperar a dimensão da agência manifesta nos significados atribuídos às suas ações a partir desse contexto. Para tanto, a fundamentação teórica nutre-se de uma microssociologia das relações cotidianas que compreende as identidades em seu aspecto contingente, enquanto processo. A pesquisa de campo ocorreu em Sergipe, que é uma fronteira de expansão dessa atividade econômica e pólo de atração para trabalhadores de outras localidades. A composição da amostra dos casos incluiu trabalhadores de cinco usinas existentes no estado. O desenho metodológico, de tipo qualitativo, fundamentou-se em entrevistas biográficas com trabalhadores que estavam no corte da cana, além da observação direta dos espaços de trabalho e de vida extra-trabalho, bem como material quantitativo sobre o crescimento da área plantada, da produção e do perfil dos efetivos das usinas. Os resultados mostram que, mesmo em condições adversas os trabalhadores atribuem significados diversos à sua conduta, que não se resume à imagem de passividade com que por vezes são vistos. As identidades não são simples decalque da posição social. A maneira pela qual eles tecem representações acerca do contexto de vida e trabalho deixa entrever um campo de tensões prenhe de ações de resistência e confronto
Título em inglês
In the web of identities: life and work in the sugarcane cutting in Sergipe
Palavras-chave em inglês
Alcohol sector
Identity
Reflexivity
Sergipe
Work
Resumo em inglês
This thesis aims to analyze how sugar cane harvest workers build their identities. This kind of work has two distinctive features: the seasonality of employment and the occurrence of migration. By analyzing the relation between the work experience and the processes of identity construction, we seek to bring to light the practice of reflexivity concerning structural constraints. The focus we intend to provide is not only on the poor working conditions, but also on the agency competence of the subjects which allow us to understand the meanings assigned to their social actions. Hence, the theoretical foundation is nourished by microsociology of everyday relationships, which consider identities in their contingent aspect, as a process. The fieldwork was carried out in Sergipe, which is a new frontier in the economic growth of this industry and it has attracted workers from other regions. The sample of the cases was composed of workers from five factories located in the area. As a qualitative research, the methodological design was based on biographical interviews with workers who harvested sugar cane, as well as on direct observation of work spaces and side work, including quantitative information about the expansion of the planted area, production and workers. The results show that even in adverse conditions the workers ascribe different meanings to their conduct, which is not reduced to an image of passivity, which is sometimes seen. Identities are not simple reflex of social position. The way they create representations about their lifestyle and work allows us to understand how the acts of resistance and confrontation work
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-12-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.