• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2018.tde-07122018-104641
Documento
Autor
Nome completo
Leandro Almeida Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Onuki, Janina (Presidente)
Mariano, Marcelo Passini
Paulino, Luís Antonio
Título em português
Impasses do MERCOSUL na imprensa: discursos editoriais e a política externa brasileira para a Venezuela no bloco
Palavras-chave em português
Análise do discurso
Imprensa
MERCOSUL
Venezuela
Resumo em português
Os meios de comunicação são atores políticos de inegável importância nas sociedades contemporâneas e, diante da insuficiência de estudos lidando com seu papel no debate de assuntos internacionais no Brasil, o presente trabalho tem por objetivo investigar o discurso editorial da grande imprensa brasileira a respeito da política externa do país para a participação da Venezuela no Mercado Comum do Sul (MERCOSUL). Especificamente, busca-se responder à pergunta de em que medida a imprensa se coloca como um contrapoder ao governo, sendo pautada pelo discurso crítico de supervisão em lugar de ser pautada pela filiação a uma determinada corrente ideológica em integração regional. Valendo-se da abordagem teórica da Análise do Discurso de tradição francesa, a pesquisa mobiliza os conceitos de ideologia, heterogeneidade enunciativa e interdiscurso para analisar discursivamente os editoriais dos jornais Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e O Globo acerca de dois episódios chave da trajetória venezuelana no MERCOSUL, quais sejam sua adesão e sua posterior suspensão do bloco. A fim de rejeitar ou não a hipótese do contrapoder, examina-se o discurso editorial à luz dos discursos políticos sobre os episódios mencionados em dois momentos distintos da conjuntura política nacional e, consequentemente, do discurso oficial. A comparação da relação interdiscursiva entre os discursos editoriais e políticos atestou a filiação da grande imprensa à ideologia pragmática de integração regional e a rejeição da hipótese do contrapoder para o caso analisado.
Título em inglês
Impasses of MERCOSUR in the press: editorial discourses and the Brazilian foreign policy for Venezuela in the bloc
Palavras-chave em inglês
Discourse Analysis
MERCOSUR
Press
Venezuela
Resumo em inglês
Media outlets are a political actor of undeniable importance in contemporary societies and, given the scarcity of studies dealing with their role in debating international affairs in Brazil, this research aims to investigate the Brazilian mainstream presss editorial discourse concerning the countrys foreign policy towards the participation of Venezuela in the Southern Common Market (MERCOSUR). Specifically, it is intended to answer to the question of to what extent the press behaves as a watchdog in relation to the government by being led by a critical discourse rather than by the filiation to a specific ideology on regional integration. Through the theoretical framework provided by the French Discourse Analysis, the research uses the concepts of ideology, enunciative heterogeneity and interdiscourse to analyze editorials published by Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo and O Globo about two key episodes of the Venezuelan path through MERCOSUR: its adhesion and posterior suspension from the bloc. In order to reject or not the watchdog hypothesis, the editorial discourse is examined in light of political discourses about the aforementioned episodes in two different moments of the national political context and, consequently, of the official discourse. The comparison of the interdiscursive relationship among the political and editorial discourses showed the filiation of the mainstream press with a pragmatic ideology on regional integration as well as the rejection of the watchdog hypothesis for the analyzed case.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-12-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.