• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.75.2016.tde-01042016-094114
Documento
Autor
Nome completo
Maria Camila Acevedo Ramirez
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2016
Orientador
Banca examinadora
Berlinck, Roberto Gomes de Souza (Presidente)
Gamboa, Ian Castro
Tormena, Cláudio Francisco
Título em português
Terpenos rearranjados da esponja Darwinella cf. oxeata com potencial leishmanicida
Palavras-chave em português
aplysulfurano
diterpenos espongianos
esponja marinha
Leishmania
oxeatamidas
Resumo em português
O extrato metanólico da esponja Darwinella sp. coletada na costa do Rio do Janeiro, exibiu atividade leishmanicida. O extrato bruto foi particionado em três frações: fração hexânica, fração de AcOEt e fração XAD (extração da fração orgânica do extrato aquoso mediante mistura de resinas XAD-2, XAD-4 e XAD-7). Cada uma das frações foi avaliada em bioensaio atividade leishmanicida, mostrando que a fração AcOEt apresentou 100% da morte dos parasitas. A fração de AcOEt foi fracionada usando cromatografia por exclusão de tamanho (Sephadex® LH-20) e extrações em fase sólida (SPE) com diferentes colunas pré-empacotadas. Os compostos foram isolados e purificados por cromatografia de alta eficiência acoplada a detector ultravioleta (CLAE-UV). Sete compostos foram isolados, dos quais quatro deles foram identificados espectroscopicamente. O membranolídeo, o éster metílico da oxeatamida A, a oxeatamida H e a oxeatina são diterpenos espongianos que possuem um esqueleto aplysulfurano nitrogenado, excetuando o membranolídeo. Tanto o éster metílico da oxeatamida A quanto a oxeatamida H, pertencem a uma série de compostos denominados de oxeatamidas. O membranolídeo, o éster metílico A e a oxeatina foram avaliados em teste de atividade antiparasitária contra Leishmania infantum, porém nenhum deles apresentou atividade leishmanicida.
Título em inglês
Rearranged terpenes from the marine sponge Darwinella cf. oxeata with leishmanicidal potential
Palavras-chave em inglês
aplysulphurane
Leishmania
marine sponge
oxeatamides
spongian diterpenes
Resumo em inglês
The sponge Darwinella sp. was collected in Rio de Janeiro’s coast and its methanolic extract showed leishmanicidal activity. The crude extract was partitioned in three fractions: hexane, AcOEt and XAD fractions. This last one was obtained by resin adsorption (mixture of XAD-2, XAD-4 and XAD-7 resins) of organic constituents from the aqueous fraction and subsequent recovery by extraction from the resins mixture. All of three fractions were also tested in leishmanicidal bioassay. The AcOEt fraction promoted 100% of parasite death. This fraction was separated into less complex fractions by size exclusion chromatography (Sephadex® LH-20) and solid phase extractions (SPE). The compounds were isolated and purified by high-performance liquid chromatography (HPLC) combined with on-line UV detector. Seven substances were isolated, which four of them were spectroscopically identified. The membranolide, the oxeatamide A methyl ester, the oxeatamide H and the oxeatin are spongian diterpenes with nitrogenous aplysulphurane skeleton, except for the membranolide. The oxeatamides are a series of nitrogenous aplysulphurane metabolites that includes the oxeatamide A methyl ester and the oxeatamide H. All of these compounds, except the oxeatamide H, were evaluated for antiprotozoal activity against Leishmania infantum. None of these compounds displayed leishmanicidal activity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-04-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.