• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.74.2020.tde-27012020-113228
Documento
Autor
Nome completo
Gustavo Morandini Reginato
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2019
Orientador
Banca examinadora
Dória, Renata Gebara Sampaio (Presidente)
Escodro, Pierre Barnabé
Hayashi, Ayne Murata
Silva, Luciano Andrade
Título em português
Efeito da eletroacupuntura sobre a motilidade e trânsito intestinal de equinos
Palavras-chave em português
Ileus
Acupuntura
Metoclopramida
Procinético
Ultrassonografia transabdominal
Resumo em português
O ileus é classificado como uma diminuição ou ausência de motilidade gastrointestinal nos equinos. Sabe-se que o uso da eletroacupuntura tem influência na motilidade gastrointestinal de humanos e animais. O presente estudo buscou avaliar o efeito da eletroacupuntura sobre a motilidade intestinal de equinos sadios. Foram utilizados oito equinos, aleatoriamente distribuídos em três grupos experimentais, sendo: Grupo Metoclopramida (GM; n=8), no qual foi administrado 0,04 mg/kg de metoclopramida, IM, em dois momentos, com intervalo de uma hora entre eles; Grupo Eletroacupuntura (GE; n=8), no qual foi realizada eletroacupuntura nos acupontos Estômago 21, 25 e 36, com estimulo elétrico de frequência alternada denso-disperso (F1 = 3 Hz; F2 = 10Hz), durante 15 minutos, em dois momentos, com intervalo de uma hora entre eles; Grupo Eletroacupuntura Falsa (GF; n=8), no qual foi realizado estímulo elétrico da mesma forma que em GE, porém em acupontos falsos (sham). Os mesmos animais foram utilizados nos três grupos experimentais. Foram realizadas avaliações de motilidade intestinal, por meio de auscultação e ultrassonografia abdominal, nos tempos T0 (imediatamente antes do tratamento, considerado o parâmetro basal), T1 (20 minutos após o início do primeiro tratamento), T2 (20 minutos após o início do segundo tratamento), T3 (60 minutos após o T2), T4 (120 minutos após o T2), T5 (180 minutos após o T2), T6 (240 minutos após o T2) e T7 (360 minutos após o T2). Foi realizada avaliação de trânsito intestinal com a administração do óxido de cromo e sua quantificação nas fezes. Verificou-se, por meio da auscultação abdominal, aumento da motilidade intestinal ao longo do tempo, no grupo GE, sendo maior para os animais do GE em relação aos demais tratamentos. Não foram encontradas diferenças ao longo do tempo e entre tratamentos por meio da ultrassonografia intestinal, e nem em relação ao trânsito intestinal. Não houve correlação entre as formas de avaliação da motilidade e trânsito intestinal. Conclui-se que a eletroacupuntura promove aumento da motilidade intestinal de equinos sadios, evidenciada pela auscultação abdominal.
Título em inglês
Effect of electroacupuncture on intestinal motility and transit
Palavras-chave em inglês
Acupuncture
Ileus
Metoclopramide
Prokinetic
Transabdominal ultrasonography
Resumo em inglês
Ileus is classified as a decrease or absence of gastrointestinal motility. The use of electroacupuncture is known to influence the gastrointestinal motility of humans and animals. The present study aimed to evaluate the effect of electroacupuncture on intestinal motility of healthy horses. Eight horses were used, randomly distributed in three experimental groups: Metoclopramide Group (GM; n = 8), in which 0.04 mg/kg metoclopramide, IM, was administered in two moments, one hour apart.; Electroacupuncture Group (EG; n = 8), in which electroacupuncture was performed on acupoints Stomach 21, 25 and 36, with dense-dispersed alternating frequency electrical stimulation (F1 = 3 Hz; F2 = 10Hz) for 15 minutes in two moments, one hour apart; False Electroacupuncture Group (FG; n = 8), in which electrical stimulation was performed in the same way as in EG, but in sham acupoints (sham). The same animals were used in the three experimental groups. Intestinal motility assessments were performed by auscultation and abdominal ultrasonography at times T0 (immediately before treatment, considered the baseline), T1 (20 minutes after the beginning of the first treatment), T2 (20 minutes after the beginning of the second treatment), T3 (60 minutes after T2), T4 (120 minutes after T2), T5 (180 minutes after T2), T6 (240 minutes after T2) and T7 (360 minutes after T2). Intestinal transit evaluation was performed with the administration of chromium oxide and its quantification in feces. Abdominal auscultation increased intestinal motility over time in the EG group, being higher for EG animals compared to the other treatments. No differences were found over time and between treatments by means of intestinal ultrasound, nor in relation to intestinal transit. There was no correlation between the forms of assessment of intestinal motility and transit. It is concluded that electroacupuncture promotes increased intestinal motility of healthy horses, evidenced by abdominal auscultation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ME7145895COR.pdf (1.44 Mbytes)
Data de Publicação
2020-01-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.