• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.74.2021.tde-29112021-163147
Documento
Autor
Nome completo
Guilherme Fernando Carmello
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2021
Orientador
Banca examinadora
Savastano Júnior, Holmer (Presidente)
Teixeira, Ronaldo Soares
Azadeh, Arash
Tonoli, Gustavo Henrique Denzin
Título em português
Estudo da adesão entre fibras poliméricas e vegetais em matriz cimentícia: caracterização físico-química e mecânica
Palavras-chave em português
Adesão
Carbonatação acelerada
Fibrocimento
Teste de arrancamento
Tratamento de superfície
Tratamento térmico
Resumo em português
A adesão entre as fibras e a matriz cimentícia é de suma importância em uma análise qualitativa de desempenho, visto que quanto maior a adesão, mais energia é necessária ser utilizada para que essa ligação seja rompida, além disso, após a ligação ser rompida, a fibra ainda pode sofrer trabalho mecânico, dado que as fibras são menos rígidas que a matriz cimentícia, fazendo com que ela se vá se despedaçando aos poucos, o que aumenta ainda mais a potência latente mecânica. Nesse contexto o presente trabalho avaliou o efeito do tratamento de hornificação, lavagem alcalina e carbonatação acelerada na adesão entre as fibras e a matriz cimentícia. O tratamento de hornificação para as fibras vegetais apresentou aumento mecânico na adesão das fibras de Coco Verde de 29% para fricção inicial e 4,8% para fricção máxima. Para as fibras de Curauá não houve ganhos mecânicos. Tratamento de lavagem alcalina nas fibras poliméricas não se mostrou eficaz quanto ao aumento de travamento mecânico para ambas as fibras poliméricas, porém para a fibra de PVA, o tratamento apresentou aumento de 31% na adesão química. O tratamento da matriz cimentícia através da carbonatação acelerada aumentou o ganho mecânico em 33% para fibras de Coco Verde, 122% para fibras de Curauá e 9,5% para fibras de PP todas embutidas em matriz cimentícia.
Título em inglês
Study of adhesion between polymeric and vegetable fibers in cementitious matrix: physicochemical and mechanical characterization
Palavras-chave em inglês
Accelerated carbonation
Adhesion
Fiber cement
Heat treatment
Pullout test
Surface treatment
Resumo em inglês
The adhesion between the fibers and the cementitious matrix is an important qualitative analysis, since the greater the adhesion is, the more energy is needed to be used for this bond to be broken, moreover, after the bond is broken, the fiber can still undergo mechanical work, since the fibers are less rigid than the cementitious matrix, causing it to gradually shatter, which further increases the latent mechanical power. In this context, the present work evaluated the effect of hornification, alkaline washing and accelerated carbonation treatments on the adhesion between the fibers and the cementitious matrix. The hornification treatment for vegetable fibers showed a mechanical increase in the adhesion of Green Coir fibers by 29% for initial friction and 4.8% in terms of maximum friction. For Curauá fibers, there were no mechanical gains. Alkaline washing treatment on polymeric fibers was not effective in increasing mechanical locking for both polymeric fibers, however for the PVA fibers, the treatment showed an increase of 31% in chemical adhesion. The cementitious matrix treatment through accelerated carbonation increased the mechanical gain by 33% for Green Coir fibers, 122% for Curauá fibers and 9.5% for PP fibers all embedded in cementitious matrix.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ME9872048COR.pdf (757.33 Kbytes)
Data de Publicação
2021-11-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.