• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo da Costa Gomes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2005
Orientador
Banca examinadora
Leme, Paulo Roberto (Presidente)
Itavo, Luís Carlos Vinhas
Nogueira Filho, José Carlos Machado
Título em português
Efeito da suplementação de cultura de leveduras vivas (Saccharomyces cerevisiae 1026), de monensina e da combinação de monensina e levedura sobre o desempenho e características de carcaça de novilhos Nelore confinados com dietas de alto concentrado
Palavras-chave em português
Bos indicus
Aditivos alimentares
Modificadores da fermentação ruminal
Promotores de crescimento
Resumo em português
Preocupações recentes a respeito da resistência de microrganismos a antimicrobianos têm aumentado o interesse por estudos de novos aditivos alimentares para ruminantes, alternativos ao uso dos ionóforos. Assim, objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito da suplementação da cultura viva de levedura (Saccharomyces cerevisiae, cepa 1026, 5 x 106 ufc/g, Beef-Sacc®, Alltech, Inc.) e da monensina (Rumensin®, 10% de monensina sódica, Elanco, Inc.) e da combinação dos dois aditivos, sobre as características de desempenho e carcaça de novilhos Nelore confinados. Foram utilizados 72 novilhos da raça Nelore, com peso vivo inicial de 339,5 kg e 20 meses de idade, submetidos a um dos quatro tratamentos: dieta controle (sem aditivos), dieta com levedura (0,6g de Beef Sacc®/kg de matéria seca), dieta com monensina (0,3g de Rumensin®/kg de matéria seca) e dietas com monensina e levedura. Os animais foram alimentados com uma ração contendo bagaço de cana in natura (21%), casca de soja (29%), milho grão moído grosso (39%), farelo de soja (7%) e uréia (1%), por um período médio de 84 dias. Medições individuais de consumo de alimentos foram possibilitadas pelo uso de baias individuais e sistemas de Calan Gates. O pH das carcaças foi medido a 1 e 24 horas após o abate. A meia carcaça esquerda foi dividida em músculos, ossos e aparas para a determinação da porcentagem de porção comestível. A área de olho de lombo e a espessura de gordura subcutânea foram medidas no músculo Longissimus dorsi na região entre as 12ª e 13ª costelas. Bifes daquele músculo foram tirados e maturados por 0, 7 ou 14 dias para mensurações de força de cisalhamento e perdas totais por cozimento. Os tratamentos não influenciaram o ganho de peso, consumo de alimentos ou conversão alimentar dos animais. A suplementação com levedura aumentou o rendimento de carcaça, porém não houve efeitos importantes sobre outras características de carcaça e percentagem de porção comestível. A qualidade da carne também não foi influenciada pelos aditivos. Os aditivos estudados não apresentaram efeitos significativos nas características de desempenho e carcaça de novilhos Nelore alimentados com dietas de alto concentrado em confinamento.
Título em inglês
Effects of the supplementation of live yeast (Saccharomyces cerevisiae1026), monensin and both additives on the performance and carcass characteristics of Nellore steers in feedlot
Palavras-chave em inglês
Bos indicus
Feed additives
Growth promoters
Rumen fermentation modifiers
Resumo em inglês
A recent concern about anti-microbial resistance by microorganisms has increased the interest for studies of new feed additives for ruminants, alternatively to ionophores utilization. In this way, It was aimed with this work to evaluate the effects of live yeast culture (Saccharomyces cerevisiae, strain 1026, 5 x 106 cfu/g, Beef Sacc®, Alltech, Inc.), monensin (Rumensin, 10% of sodium monensin, Elanco®, Inc.) and the combination of both additives, on the performance and carcass traits of Nellore steers fed a high concentrate diet in feedlot. Seventy-two animals, with 330 kg of live weight and 20 months of age were allotted to one of four treatments: control (no additives), diet with yeast (0,6g of Beef Sacc®/ kg of dry matter), diet with monensin (0,3g of Rumensin®/ kg of dry matter) and diet with yeast and monensin. Animals were fed ration with sugarcane bagass (21%), soybean hulls (29%), corn ground (39%), soybean meal (7%) and urea (1%), for an 84-day period. Individual feed intake measurements were possible through individual pens and Calan Gates system. Carcass pH was measured at 1 and 24 hours after slaughter. Left half-carcass was split in muscle, bone and fat for retail cuts percentage determination. Rib eye area and subcutaneous fat thickness were measured on Longissimus dorsi muscle in the region between 12th and 13th ribs. Steakes of Longissimus dorsi muscle were taken and aged 0, 7 and 14 days to shear force and cooking total losses measurements. Treatments didn't affect weight gain, feed intake or feed efficiency. Yeast increased carcass dressing percentage, but there weren't important effects of additives on other carcass traits and on retail cuts percentage. Meat quality wasn't influenced by additives. Additives studied showed no significant effects on the performance and carcass traits of Nellore steers fed high concentrate diets in feedlot.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ME5076877.pdf (475.11 Kbytes)
Data de Publicação
2019-06-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.