• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.71.2014.tde-16102014-112457
Documento
Autor
Nome completo
Irmina Doneux Santos
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Fleming, Maria Isabel D'Agostino (Presidente)
Hirata, Elaine Farias Veloso
Mendes, Norma Musco
Porto, Vagner Carvalheiro
Trombetta, Silvana
Título em português
A Lusitania e a Iberia: um estudo da mudança na urbanização pré e pós-romanização (da pré-conquista romana ao Baixo Império - séculos II a.C a V d.C.)
Palavras-chave em português
Ammaia
Conimbriga
Fóruns
Lusitania
Urbanização romana
Resumo em português
O presente trabalho buscou demonstrar a mudança na urbanização da Lusitania a partir do estudo dos fora e outras estruturas monumentais introduzidos pelos romanos a partir da nova organização territorial augustana, do final do século I a.C. Para isto, foram apresentados os assentamentos pré-romanos ibéricos, com ênfase nos existentes no futuro território da Lusitania, o processo de conquista romana e o urbanismo romano, a descrição e análise da arquitetura forense e pública romanas, que serviram de subsídio para a análise de dois estudos de caso, as cidades de Ammaia e de Conimbriga, escolhidas por apresentarem histórias de implantação e de pesquisa arqueológica distintas. Foram incluídos, no Corpus Documental, de forma mais restrita, outros assentamentos romanos, que serviram de comparação na análise, especialmente a capital provincial, Augusta Emerita (Mérida). Embora o estudo da Lusitania romana sofra pela limitação imposta pela escassez dos dados arqueológicos disponíveis e/ou publicados, foi possível observar a existência de um padrão na urbanização introduzida por Roma na Lusitania, que é visível nos fora e demais elementos urbanos, distinto do antigo urbanismo local pré-existente.
Título em inglês
Lusitania and Iberia: a study of change in the urbanization pre- and post-Romanization (from the Roman pre-conquest to the Low Empire - IIth BC to Vth centuries AD)
Palavras-chave em inglês
Ammaia
Conimbriga
Fora
Lusitania
Roman urbanization
Resumo em inglês
The present work tried to exhibit the change in urbanization of Lusitania starting from the study of the fora and other monumental structures introduced by Romans from the new Augustan territorial organization of the final of Ist century B.C. For this the pre-Roman Iberic settlements were presented with emphasis in those existent in the future territory of Lusitania, the process of Roman conquest and the Roman urbanism, the description and analysis of the forensic and public Roman architectures, which served as subsidiary material for the analysis of two case studies, the cities of Ammaia and Conimbriga, chosen because they presented distinct implantation and archaeological research histories. Other Roman settlements , in a more restricted form, were included in the Documental Corpus, which served as comparison in the analysis, specially the provincial capital, Augusta Emerita (Merida). Though the study of Roman Lusitania suffers the limitation imposed by the scarsity of available and/or published archaeological data, it was possible to observe the existence of a pattern in the urbanization introduced by Rome in Lusitania, which is apparent in the fora and further urban elements, distinct from the old pre-existing local urbanism.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-10-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.