• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
https://doi.org/10.11606/D.7.2020.tde-01032021-100856
Document
Auteur
Nom complet
Marylin Neves Nogueira
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2020
Directeur
Jury
Gryschek, Anna Luiza de Fatima Pinho Lins (Président)
Biagolini, Rosangela Elaine Minéo
Fracolli, Lislaine Aparecida
Maerrawi, Ilham El
Titre en portugais
Percepção dos profissionais de enfermagem sobre a assistência à tuberculose numa unidade básica de saúde prisional em Santarém - PA
Mots-clés en portugais
Assistência
Controle da Tuberculose
Enfermagem
Instituições Prisionais
Resumé en portugais
Introdução: A tuberculose é um agravo à saúde extremamente relevante, ocorrendo de maneira prevalente no sistema prisional do Brasil. Apesar da existência de legislação específica e de uma política de controle dessa enfermidade, a operacionalização das ações do Programa de Controle da Tuberculose ainda enfrenta dificuldades para sua implementação dentro das unidades prisionais, isto porque a configuração estrutural, logística e hierárquica das unidades diferem das unidades de saúde externas. Objetivo: Conhecer a percepção da equipe de enfermagem sobre a assistência à saúde prestada à pessoa privada de liberdade (PPL) com tuberculose dentro do Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura em Santarém Pará. Método: Trata-se de um estudo exploratório, descritivo, com abordagem qualitativa, cujos dados foram coletados por meio de entrevistas com os profissionais de enfermagem do Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura em Santarém Pará e analisados conforme os parâmetros e variáveis descritas: no Manual de Recomendações para o Controle da Tuberculose no Brasil (2011), no Manual de Intervenções Ambientais para o Controle da Tuberculose nas Prisões (2012) e no Plano Nacional de Saúde no Sistema Penitenciário (2005). Resultados e discussão: Fizeram parte dessa pesquisa 8 profissionais da equipe de enfermagem da unidade de saúde prisional, observou-se que 50% (04) dos profissionais são do sexo masculino, 33,3% (3) dos profissionais possuem nível superior, entretanto apenas 25% (2) desempenham função de enfermeiro da unidade prisional, quanto ao tempo observou-se que 66,6% variam de 1 a 10 anos e 100% dos enfermeiros possuem curso de especialização. Quanto às variáveis qualitativas, observou-se que a unidade de saúde prisional passou a funcionar dentro do CRASHM há pouco mais de um ano, sendo assim, até o momento dessa pesquisa não haviam sido implementadas ações efetivas do programa de TB. Relacionado ao conhecimento dos profissionais sobre TB demonstraram fragilidade em dizer o que é a doença, assim como seu modo de transmissão e prevenção. Quando ocorre o ingresso do interno é feita a avaliação psicossocial, assim como a anamnese. No que se refere à conduta preconizada em casos suspeitos de tuberculose, apesar de apresentar lacunas e dificuldades quanto à logística e a estrutura física do prédio, uma vez que não tem um espaço específico para que o paciente fique isolado, o diagnóstico é realizado e o tratamento é feito pela instituição. Entretanto em alguns casos o paciente recebe liberdade condicional ou fica em prisão domiciliar para continuar o tratamento na unidade mais próxima à sua residência, esta medida geralmente é acionada pelo próprio paciente junto à justiça, já que a unidade não dispõem de espaço físico suficiente para deixá-lo separado das outras pessoas privadas de liberdade. Tais medidas demonstram que o sistema é precário e dificulta a assistência de enfermagem dentro das instituições, levando a uma situação conflituosa entre as medidas de saúde e as ações de segurança do presídio. Conclusões: Após um ano de implantação da Unidade de Saúde no CRASHM, o Programa de Controle da Tuberculose se encontra parcialmente implementado, com a elaboração de palestra sobre o tema, divulgação de instrumentos de veiculação de conhecimento sobre tuberculose como folders. Além disso, a equipe de enfermagem passou a receber orientações sobre a conduta diante dos casos suspeitos. Em consonância a tal achado, e sabendo da importância da informação no processo de agilidade no diagnóstico de TB, optou-se por elaborar como Produto Técnico da presente dissertação um material educativo o Guia de Boas Práticas na Prevenção e Controle da Tuberculose, que poderá ser útil para a instrumentalização da equipe de enfermagem e dos profissionais da saúde.
Titre en anglais
Nursing professionals' perception of tuberculosis assistance in a basic prison health unit in Santarém Pa
Mots-clés en anglais
Assistance
Nursing
Prison Institutions
Tuberculosis Control
Resumé en anglais
Introduction: Tuberculosis is an extremely relevant health problem, occurring prevalently in the prison system in Brazil. Despite the existence of specific legislation and a policy to control this disease, the operationalization of the actions of the Tuberculosis Control Program still faces difficulties for its implementation within the prison units, because the structural, logistical and hierarchical configuration of the units differ from the units external health services. Objective: To know the perception of the nursing team about health care provided to persons deprived of liberty (PPL) with tuberculosis at the Agricultural Recovery Center Silvio Hall de Moura in Santarém Pará. Method: This is an exploratory, descriptive study, with a qualitative approach, whose data were collected through interviews with nursing professionals from the Agricultural Recovery Center Silvio Hall de Moura in Santarém Pará and analyzed according to the parameters and variables described: in Manual of Recommendations for the Control of Tuberculosis in Brazil (2011), in the Manual of Environmental Interventions for the Control of Tuberculosis in Prisons (2012) and in the National Health Plan in the Penitentiary System (2005). Results and discussion: 8 professionals of the nursing team of the prison health unit took part in this research, it is observed that 50% (04) of the professionals are male, 33.3% (3) of the professionals have higher education, however only 25% (2) work as a nurse in the prison unit, regarding the time it was observed that 66.6% vary from 1 to 10 years and 100% of nurses have a specialization course. As for qualitative variables, it was observed that the prison health unit started operating within CRASHM just over a year ago, so, until the time of this research, effective actions of the TB program had not been implemented. Related to the professionals' knowledge about TB, they showed weakness in saying what the disease is, as well as its mode of transmission and prevention. When the intern enters, the psychosocial assessment is carried out, as well as the anamnesis. Regarding the conduct recommended in suspected cases of tuberculosis, despite presenting gaps and difficulties regarding the logistics and the physical structure of the building, since there is no specific space for the patient to be isolated, the diagnosis is made and the treatment is done by the institution. However, in some cases the patient receives parole or is under house arrest to continue treatment in the unit closest to his residence, this measure is usually triggered by the patient himself in court, since the unit does not have enough physical space to leave it separated from other people deprived of liberty. Such measures demonstrate that the system is precarious and makes nursing care within institutions difficult, leading to a conflict between health measures and prison security actions. Conclusions: After one year of implementation of the Health Unit at CRASHM, the Tuberculosis Control Program is partially implemented, with the elaboration of a lecture on the theme, dissemination of instruments for disseminating knowledge about tuberculosis such as folders. In addition, the nursing team started to receive guidance on the conduct of suspected cases. In line with this finding, and knowing the importance of information in the agility process in the diagnosis of TB, it was decided to elaborate as an Technical Product of this dissertation an educational material the Guide to Good Practices in the Prevention and Control of Tuberculosis, which it may be useful for instrumentalizing the nursing team and health professionals.
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Marylin_Neves.pdf (2.78 Mbytes)
Date de Publication
2021-03-16
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2022. Tous droits réservés.